Pesquisar
Close this search box.

Akins Kintê inicia turnê pelo país com o musical “Pelamô”

15 de novembro de 2016

Texto: Pedro Borges / Edição de Imagem: Pedro Borges

Eventos também marcam o lançamento da segunda edição do livro “Muzimba na humildade sem maldade”

A partir das 19h30 do dia 16 de Novembro, na Fábrica de Cultura do Jaçanã, Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138, o poeta Akins Kintê inicia uma série de apresentações por todo o Brasil do espetáculo “Pelamô”. Na atividade desta quarta-feira, Akins conta com a participação especial de DJ Will.

No dia 18, às 19h30, na Fábrica de Cultura da Brasilândia, Avenida General Penha, 2508, o convidado da vez é o Opanijé. A Fábrica de Cultura do Capão Redondo, Rua Bacia de São Francisco, recebe o poeta no dia 25, também às 19h30. Akins encerra o ciclo de apresentações por São Paulo no dia 26, às 17h30, na Rua Franklin do Amaral, 1575, com a participação de Sombra, integrante do grupo de rap SNJ.

Agenda Novembro

Para Akins, é uma imensa realização contar com a participação de nomes como Opanijé, DJ Will e Sombra. “Para a gente está sendo a maior satisfação. Uma das músicas que vão para o CD do musical ‘Pelamô’ é uma produção com o DJ Will, uma pessoa que a gente é fã. Sombra do SNJ e Opanijé vão participar e para a gente vai ser a maior satisfação, porque nós somos fãs desse pessoal”.

No dia 8 de dezembro, o musical acontece no Rio de Janeiro e no dia 20, a apresentação é em Salvador, Bahia.

Depois de colocar a venda mil cópias da primeira edição do livro “Muzimba na humildade sem maldade”, Akins conta sobre o sucesso da obra e a vontade de que mais leitores pretos e periféricos conheçam o projeto. “É uma satisfação apresentar a segunda edição do livro. Nós estamos muito felizes, porque já são mil livros na rua, mil livros circulando e fazer a segunda edição é bacana, porque são mais mil livros que vão caminhar nas quebradas. Já tem uma agenda bacana para esse ano e a ideia é tumultuar as quebradas”.

Na segunda edição, além de uma nova capa, há novos poemas e mais músicas no CD que acompanha a obra. “O legal é que nessa segunda edição nós conseguimos incluir mais textos. Tinham alguns sobre futebol de várzea e agora vamos incluir esses textos e nós conseguimos gravar mais duas músicas”.

Akins Kintê divulga amanhã também a sua releitura musical da obra “Meu Caro Amigo”, do cantor e compositor Chico Buarque. Akins faz uma reflexão a partir da condição social do negro no Brasil.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano