Pesquisar
Close this search box.

Documentário sobre mulheres do candomblé estreia quinta-feira em São Paulo

2 de maio de 2018

“Yalodé: Mulheres (Re)Existindo” retrata sem clichês e estereótipos o cotidiano de praticantes da religião afro-brasileira

Texto / Amauri Eugênio Jr.
Imagem / Reprodução

Como é a vida de mães e filhas de santo que se tornaram adeptas do candomblé? Como elas conciliam suas trajetórias cotidianas e a prática da fé? Quais são as suas aspirações, sonhos e objetivos?

Esses e outros aspectos são abordados no documentário “Yalodé: Mulheres (Re)Existindo. Dirigido pelo Coletivo Yawos em Luta, Karolina Desirée e Rafa Yozef, a película tem como objetivo retratar o dia a dia de mulheres que colocam em prática o culto a entidades.

Um dos objetivos do documentário é mostrar suas respectivas vidas de modo orgânico, ou seja, sem estereotipar ou folclorizar as trajetórias das pessoas entrevistadas, além de valorizar as raízes afro-brasileiras e ser um registro de combate contra o racismo religioso.

Desse modo, Ya Luciana de Oya, Fernanda Sousa, Maya Schneyder, Pretah Paan, Ana Luiza, Ana Thomaz Santos, Cristhianne Custodio e Rose Bispo e Dandara Bispo, as nove entrevistadas do projeto, retratam como elas vivem e se expressam na sociedade contemporânea.

Assista a seguir ao trailer do documentário.

Onde acontecerá o lançamento?

A sessão de lançamento de “Yalodé: Mulheres (Re)Existindo” acontecerá quinta-feira (3), no Centro Cultural Olido (avenida São João, 473, Centro, São Paulo), às 19h.

O evento terá também participação da Kitanda das Minas, que oferecerá ao público alimentos típicos do candomblé.

 

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano