Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Evento debate a criminalização do funk

21 de junho de 2018

Atividade, que acontecerá em Guarulhos no dia 24 (domingo), levanta questões relativas ao projeto que visa transformar em crime produções relacionadas ao gênero musical

Texto / Redação
Imagem / Agência Brasil

Foi criada, em 2017, uma ideia legislativa para criminalizar o funk. De acordo com o autor do projeto, um webdesigner morador da Zona Norte de São Paulo, o gênero deveria ser enquadrado como “crime de saúde pública”, uma vez que, nas palavras da pessoa, a “falsa cultura” era um crime contra crianças, adolescentes e a família.

Pode-se dizer que o funk é alvo de preconceito sociocultural por, entre outros motivos, ser oriundo de regiões periféricas e pobres. E a discriminação de parcela social contra o gênero motivou a realização do evento “Precisamos falar sobre: a criminalização do funk”.

O debate, correalizado em Guarulhos pelos coletivos Asili e Ás da Margem, tem como objetivo mostrar como o funk pode funcionar como manifestação cultural e artística, assim como o que motiva setores da sociedade a estabelecerem quais manifestações são ou não culturais – e, dentro desse cenário, por que o gênero musical é considerado como “falsa cultura”.

Além da roda de conversa, o evento contará também com apresentações artísticas, sarau e brechó organizado pela equipe do Supimpas Brechó. A apresentação do debate será feita pela escritora e apresentadora Claudia Canto.

A ideia legislativa, que recebeu à época quase 22 mil assinaturas, foi transformada em sugestão legislativa e foi debatida no mesmo ano. Todavia, em setembro do mesmo ano, a CDH (Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa), do Senado, debateu o assunto e decidiu não transformá-lo em projeto de lei, uma vez que a comissão entendeu que se tratava de algo contrário à cláusula pétrea da Constituição Federal relativa à liberdade.

Onde e quando será?

A roda de conversa “Precisamos falar sobre: a criminalização do funk” acontecerá dia 24 (domingo), às 14h, na E.E. Antonio Rosas da Silva Galvão (rua Zeferino Alves de Oliveira, s/n, Ponte Alta, Guarulhos).

Informações sobre como chegar ao local estão disponíveis no evento do Facebook criado para a atividade.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano