Pesquisar
Close this search box.

Frente de Mídias Negras de São Paulo promove seminário sobre Novas Mídias e a Questão Racial

23 de novembro de 2015

Texto: Pedro Borges / Ilustração: Vinicius de Araújo

O evento encerra as atividades de novembro da Consciência Negra na cidade

As novas plataformas midiáticas e a questão racial são os temas do debate de amanhã (24/11), na sede da SMPIR, Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial, em São Paulo. A atividade é fruto de reivindicação histórica das mídias negras da capital em busca por reconhecimento e pela maior democratização dos meios de comunicação.

Douglas Belchior, gerenciador do blog Negro Belchior e um dos membros da Frente de Mídias Negras, pensa que a “SMPIR acerta ao encerrar a Semana da Consciência Negra com um debate tão importante e urgente. Vivemos em uma sociedade de informação”. Para ele, negras e negros precisam ter “espaços de ressonância de nossas vozes e nossas lutas. As mídias negras são fundamentais pra isso”.

O seminário de amanhã se propõe a discutir a importância da organização negra a partir dos meios de comunicação e a necessidade de democratização destes meios, inclusive sob a ótica do município de SP. Antônio Carlos Filho, membro do Geledés e da Frente de Mídias Negras, exemplifica o poder que a comunicação tem para ecoar a luta negra. “O papel mobilizador dos meios de comunicação na Marcha das Mulheres Negras e a sua repercussão, em parte, são respostas dessa luta no campo da internet”.

Frente de Mídias Negras

Em janeiro de 2015, organizações não governamentais, blogueiros negros independentes e portais de mídias negra, se uniram para criar a Frente de Mídias Negras e combater o racismo institucional estabelecido nos meios de comunicação do país, bem como debater o racismo no campo midiático sob o ponto de vista de negras e negros.

“Com os avanços das tecnologias e a força das redes sociais, esse espaço de produção tem se fortalecido. Agora é hora de organizar politicamente essas diversas iniciativas e cobrar do estado a democratização dos meios de comunicação também a partir de uma elaboração negra”, é o que pensa Douglas Belchior.

Para Antonio Carlos Filho, a Frente de Mídias Negras articula jornalistas, blogueiros e o movimento negro “no combate às violações de direitos e principalmente no combate e no enfrentamento ao racismo em São Paulo, como o genocídio de jovens negros”.

Serviço:

Local: Sede da SMPIR-SP, no Vale do Anhangabaú, 350, 6° andar,

Horário: 19h

Debatedores:

Cinthia Gomes – Jornalista, membro do Cojira e fundadora da Afroeducação;
Aline Ramos – Comunicadora e Criadora do blog “Que nega é essa”
Douglas Belchior – Editor do Blog NegroBelchior
Pedro Borges – Portal Alma Preta
Mauricio Pestana – Secretário da Igualdade Racial da Prefeitura de SP

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano