Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Governo do Ceará lança festival com destaque na representatividade negra

A primeira edição do "Festival AfroCearensidades" contará com entregas de políticas afirmativas e ampla programação cultural no estado, durante novembro
Cena de um espetáculo, com quatro homens negros e uma mulher negra. Todos seguram uma vela. Espetáculos como esse farão parte do Festival AfroCearensidades

Foto: Espetáculo Baculejo / Foto: Nicolás Leiva

2 de novembro de 2023

O Governo do Ceará lança o “Festival AfroCearensidades — Reconhecimento e Preservação da História e Cultura Negra do Ceará” em celebração ao mês da Consciência Negra. A primeira edição do evento acontece por meio da Secretaria da Igualdade Racial (Seir), em parceria com a Secretaria da Cultura (Secult) e traz ampla programação distribuída entre equipamentos culturais do estado.

Estão previstas mais de 100 atividades voltadas à fruição, difusão, formação, cidadania e defesa de direitos, com foco na representatividade negra cearense. A programação integrada do festival inicia nesta sexta-feira (3), com shows, teatro, exposições, cinema, mesas de debates, feira de afroempreendedorismo, oficinas, formações, encontros celebrativos nos territórios quilombolas e outras ações durante todo o mês de novembro.

“O objetivo central desse Festival é garantir a visibilidade do povo negro, seu potencial criativo e de resistência contra a desumanização que é o racismo”, afirma em nota a secretária da Igualdade Racial, Zelma Madeira.

Destaques na programação

Um dos destaques da programação cultural é a Feira Negra no Dragão, que acontece das 15h às 21h nos dias 18 e 19 de novembro na Praça Verde do Centro Dragão do Mar, reunindo mais de 50 pessoas empreendedoras da Feira Negra, Coletivo Elas de Axé e Mulheres Quilombolas. 

A programação também contará com espaços e tendas com apresentações musicais e temáticas que envolvem beleza negra, saúde e infância. No mesmo fim de semana, acontece também a 1ª edição do Prêmio Pretas Potências, realizado pelo Preta Hub.

O Museu do Ceará realizará uma intervenção artística na fachada do espaço que atualmente abriga o museu, o Anexo Bode Ioiô, em parceria com o grupo Meio Fio de Pesquisa e Ação (GMFPA), vinculado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), formado por artistas, pesquisadores e educadores.

“Os painéis produzidos têm como objetivo celebrar os 20 anos da Lei nº 10.639/2003, que incluiu no currículo oficial do Ensino Nacional a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, diz o comunicado oficial da Secult. A ação está prevista para a segunda quinzena de novembro.

A primeira edição do Festival AfroCearensidades — Reconhecimento e Preservação da História e Cultura Negra do Ceará está acontecendo desde o dia 1 de novembro, com atrações previstas até o dia 30 de novembro. Confira a programação completa neste link.

  • Giovanne Ramos

    Jornalista multimídia formado pela UNESP. Atua com gestão e produção de conteúdos para redes sociais. Enxerga na comunicação um papel emancipatório quando exercida com responsabilidade, criticidade, paixão e representatividade.

    View all posts

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano