Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Livro de Bárbara Carine aborda dificuldades de estudantes negros no Brasil

“Querido Estudante Negro” será lançado no SESC Pinheiros, nesta terça-feira (19)
A imagem mostra a escritora Bárbara Carine, que lançará um livro sobre a vida de estudantes negros no Brasil.

Foto: Reprodução

18 de março de 2024

 Após o sucesso de “Como Ser um Educador Antirracista”, a pesquisadora, escritora e ativista Bárbara Carine lança seu novo livro “Querido Estudante Negro”. Em formato de cartas fictícias, a autora dialoga com alunos negros ao compartilhar experiencias próprias. O lançamento será na terça e quarta-feira (19 e 20 de março), às 19h. 

O primeiro dia de lançamento terá um bate-papo entre Bárbara Carine e a educadora Maria Vilani (necessário a retirada de ingresso), seguido de uma sessão de autógrafos. Na quarta-feira (20), uma intervenção artística com base no livro também será feita. A programação é gratuita.

Na obra, a autora convida o leitor a um mergulho na complexidade da formação de subjetividades negras. Nele, uma estudante negra compartilha cartas com um amigo que conheceu na infância e que também é um estudante negro. Nos relatos, a protagonista vivencia situações que Bárbara enfrentou.

Com foco na trajetória estudantil, a autora abrange desde a pré-escola até o pós-doutorado. Os personagens, principais e secundários, não são nomeados. O objetivo é que qualquer estudante negro brasileiro se identifique, pois as histórias de vida são cruzadas.

O livro tece uma crítica social sobre o classismo e o racismo. Para isso, ela apresenta dois protagonistas que têm a mesma idade, mas são diferentes. A menina é negra de pele não retinta e vive na periferia. O menino é retinto e possui uma boa situação financeira. Apesar das diferenças socioeconômicas, ambos têm a subjetividade completamente atravessada pelo racismo estrutural.  A linguagem e complexidade das cartas mudam no decorrer da vida, mas permanece a certeza de que as experiências escolares de pessoas negras no Brasil são duras e discriminatórias.

A obra “Querido Estudante Negro” apresenta diferentes percepções e níveis de compreensão sobre o que é ser negro no país. A escritora convida os leitores a entenderem melhor os universos dos estudantes negros, de seus responsáveis e também de professores antirracistas. 
Para a autora, o livro buscar acolher e deixar o mundo menos solitário para o jovem negro, seja aquele que ainda está trilhando o caminho ou aquele que cresceu e precisou aprender a sobreviver em meio a uma sociedade racista.

Serviço

Lançamento e bate-papo com Maria Vilani
Quando: Dia 19, às 19h
Onde: Sesc Pinheiros. Endereço: Rua Pais Leme, 195 – Pinheiros, São Paulo.

Lançamento e intervenção artística
Quando: Dia 20, às 19h
Onde: Av. Paulista 2073 – Conjunto nacional, loja 153 – Consolação, São Paulo

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano