Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Memorial do MPF abre exposição sobre crimes da ditadura militar

Entre os itens exibidos no espaço estão obras de arte produzidas durante o período do regime militar e outras mais recentes, que refletem o tema
Imagem mostra uma parede preta com letras na cor prata escrito "Eu Sobrevivi".

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

20 de outubro de 2023

O Ministério Público Federal (MPF) inaugurou um memorial no Rio de Janeiro com o objetivo de contar parte da história da instituição a partir de exposições.

De acordo com informações da Agência Brasil, inicialmente, o foco serão mostras temporárias, mas a ideia é, aos poucos, reunir um acervo permanente para o memorial.

A primeira exposição do espaço é a “Justiça de Transição não é Transação: a Brutalidade e o Jardim”, aberta ao público desde quinta-feira (19) e que aborda a atuação do MPF contra as violações de direitos humanos durante a ditadura militar, que durou de 1964 a 1985.

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Entre os itens exibidos estão obras de arte produzidas durante o período do regime militar e outras mais recentes, que refletem o tema. Os visitantes também podem assistir a vídeos com depoimentos de artistas e membros do órgão.

A exposição ficará no memorial até 31 de março de 2024, quando se completam 60 anos do golpe que retirou do poder o então presidente João Goulart e instaurou a ditadura militar que durou 21 anos no país.

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Serviço
Exposição “Justiça de Transição Não é Transação: a brutalidade e o jardim”
Quando: até 31 de março de 2024
Onde: Memorial do MPF
Avenida Nilo Peçanha, 31/6º andar, centro, Rio de Janeiro – RJ
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 12h às 17h.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano