Pesquisar
Close this search box.

Ministrado por mulheres negras, curso debate as faces do racismo no Rio de Janeiro

11 de março de 2019

Primeira edição do curso “Escurecendo” promove reflexões sobre genocídio, epistemicídio, racismo religioso, afetividade e autoestima; inscrições podem ser feitas de maneira online

Texto / Pedro Borges
Imagem / Divulgação

O curso “Escurecendo” se inicia no fim de Março, a partir do dia 30, sempre das 9h às 12h, com mais outros três encontros presenciais em Abril, sempre na Rua Miguel Lemos 44, Edifício Mauá 11° Andar, Rio de Janeiro. A formação, idealizada por Nelson Gentil, psicólogo e ativista, tem o objetivo de construir novos paradigmas de conhecimento, diferente dos saber branco e europeu hegemônicos.

“O ‘Escurecendo’ é produção independente, que surgiu a partir de suas inquietações frente ao atual cenário social e a urgência de compartilhar conteúdos e experiências com nossos pares”, conta.

Os encontros acontecem nos dias 30 de Março, 6, 13 e 27 de Abril. A dinâmica dos diálogos terá uma apresentação dos participantes, seguida de uma colocação inicial da convidada e de uma roda de conversa entre os presentes.

Nelson Gentil também destaca a importância de todos os encontros serem ministrados por mulheres negras.

“Essa representatividade é algo muito importante para o empoderamento da mulher negra. Quanto mais mulheres em todos os espaços, maior é o incentivo para acabar com a desigualdade de gênero e temos muita alegria em nossa primeira edição sermos tão bem representados”, afirma.

Curso Escurendo o escuro Corpo

Ellen Senra, psicóloga, é uma das responsáveis por ministrar o curso (Foto: Divulgação)

As responsáveis pelos encontros serão respectivamente Carolina Rocha, historiadora, Fernanda Nascimento, psicóloga, Dandara Barbosa, idealizadora do coletivo “Gordas em Movimento”, e Ellen Senra, psicóloga.

As inscrições podem ser feitas por whatsapp, pelo telefone (21) 99025 – 8952, e os participantes receberão um certificado ao fim da formação. O investimento para participar de cada palestra está no valor de R$ 40,00 e, para todas as atividades, está em R$ 120,00. As inscrições são limitadas.

Para participar, clique aqui.

As aulas

A aula inaugural ocorre no dia 30 de Março, com o tema “Genocídio, Epistemicídio e Racismo Religioso no Brasil”. O encontro visa discutir as perseguições sofridas a todas produções intelectuais africanas, em especial no campo religioso. O encontro é ministrado pela historiadora Carolina Rocha.

Na semana seguinte, no dia 6 de Abril, a psicóloga Fernanda Nascimento pauta “A clínica voltada para o povo negro – Ancestralidade em Foco”. O objetivo é o descolonizar a psique da comunidade negra na busca por uma relação mais saudável com o cotidiano, marcado pelo enfrentamento ao racismo.

No dia 13 de Abril, a idealizadora do coletivo “Gordas em Movimento”, Dandara Barbosa, é a responsável “Afetividade e Autorresponsabilidade”. Dandara discorrerá sobre a necessidade dos cuidados, emoções, auto aceitação como ferramenta de fortalecimento dos traços identitários do povo negro.

A psicóloga Ellen Senra encerra o curso no dia 27 de Abril com o tema “Desmistificando padrões e elevando a autoestima”. Ellen criticará a construção social padronizada e eurocêntrica maléfica e perversa para a formação de uma identidade negra. Ela também apresenta a importância do povo negro produzir novos paradigmas para o fortalecimento de laços e relações mais saudáveis.

Serviço:

Curso “Escurecendo”
Data: 30 de Março; 6, 13 e 27 de Abril
Horário: 9h às 12h
Local: Rua Miguel Lemos 44, Edifício Mauá 11° Andar, Rio de Janeiro
Inscrição: clique aqui

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano