Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Corredores quenianos se destacam na 98ª edição da São Silvestre, em São Paulo

Os brasileiros Johnatas de Oliveira e Felismina Cavela conquistaram, respectivamente, o sexto lugar no masculino e feminino
A imagem mostra o pódio feminino da competição, com destaque aos atletas quenianos que dominaram o evento

Foto: Paulo Pinto/Agência Brasil

2 de janeiro de 2024

Na manhã do domingo (31), as ruas da cidade de São Paulo foram palco da 98ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, e os atletas quenianos se destacaram ao dominar o pódio nos 15 quilômetros do percurso com saída e chegada na Avenida Paulista.

No feminino, Catherine Reline Amanang Ole conquistou a vitória pela segunda vez na competição, completando a prova em 49 minutos e 54 segundos. Durante entrevista coletiva, conforme cita a Agência Brasil, a atleta expressou sua felicidade com a conquista, destacando a dificuldade da prova: “Estou muito feliz por ter conseguido chegar em primeiro lugar, porque a prova estava muito forte.”

Aos 21 anos, Catherine aumentou a hegemonia queniana no feminino, com o país africano conquistando o lugar mais alto do pódio nas últimas sete edições da categoria. Já a angolana naturalizada brasileira Felismina Cavela obteve a melhor colocação para o Brasil, ficando em sexto lugar com o tempo de 55 minutos e quatro segundos.

No masculino, Timothy Kiplagat, também do Quênia, assegurou o primeiro lugar ao completar a prova em 44 minutos e 52 segundos. Ele compartilhou em entrevista para a Agência Brasil que a São Silvestre serviu como preparação para a maratona de Tóquio, programada para março de 2024, explicando: “Esta corrida foi um teste para essa maratona. Nos três primeiros quilômetros, resolvi aumentar o ritmo porque sabia que havia uma subida e estava com receio dos outros competidores.”

A melhor colocação brasileira no feminino foi alcançada por Felismina Cavela, na sexta posição, enquanto Kleidiane Barbosa ficou em sétimo. No masculino, o brasileiro Johnatas de Oliveira se destacou, conquistando também a sexta posição na categoria.

  • Giovanne Ramos

    Jornalista multimídia formado pela UNESP. Atua com gestão e produção de conteúdos para redes sociais. Enxerga na comunicação um papel emancipatório quando exercida com responsabilidade, criticidade, paixão e representatividade.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano