Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Curso sobre masculinidades negras é lançado online

Formação convida as pessoas a fazerem reflexões e trocas sobre pilares e nuances que permeiam o tema

Texto: Redação | Foto: Diva Plavalaguna/Pexels

Imagem mostra um homem negro usando um notebook. Ele olha para foto e sorri.

Foto: Foto: Diva Plavalaguna/Pexels

6 de setembro de 2023

O psicólogo Paulo Gonzaga, colunista do site Negrê, lançou a versão gravada do curso online “Eu e o campo das masculinidades negras”. Dividido em seis aulas, o conteúdo da formação soma mais de duas horas e também dá acesso a um drive com mais de 30 artigos, textos e vídeos sobre a temática das masculinidades negras. O investimento é de R$ 87 e a aquisição pode ser feita na plataforma Hotmart, com direito a certificado ao fim do curso.

Durante as aulas online, Gonzaga convida as pessoas a fazerem reflexões e trocas sobre pilares e nuances que permeiam o tema das Masculinidades Negras. O psicólogo destaca a importância e urgência do tema. “Muitos de nós somos construídos através de traumas, do racismo e do patriarcado. É preciso compreender que o patriarcado branco não nos serve, não nos privilegia. Na verdade, ele é um braço do genocídio da população preta. A gente não pode colar nas nossas costas o ideal do homem branco, que é colar nas costas a nossa morte”, explica.

O psicológo ainda denuncia que o genocídio do povo preto está associado também à construção do homem. A masculinidade imposta aos homens negros afeta não apenas a liberdade, individualidade e expressão desses indivíduos, bem como suas afetividades, ou seja, todos os envolvidos na vivência desses homens.

No curso online, será possível compreender de forma introdutória diversos temas e conceitos importantes que são produzidos e discutidos no campo das masculinidades negras. A formação pretende ser dinâmica e provocativa através de questionamentos e análises críticas a partir de perguntas, materiais publicitários, vídeos e clipes apresentados durante as aulas.

Os sub-temas abordados atravessam diversos assuntos, como: a história das masculinidades, estereótipos do homem negro, a colonização e as masculinidades, a virilidade masculina, homem negro e teorias higienistas e eugenistas no Brasil, dados de mortalidade dos homens negros e desigualdade de gênero.

Confira a grade do curso:

Aula 1 – O papel da Igreja Católica e da ciência na discussão de gênero

Aula 2 – Masculinidade hegemônica e colonial

Aula 3 – A naturalização da masculinidade hegemônica

Aula 4 – Masculinidades negras e os homens negros no Brasil

Aula 5 – O homem negro e a mídia policialesca

Aula 6 – Caminhos possíveis para outras masculinidades

Sobre Paulo Gonzaga

Paulo Gonzaga tem 30 anos e é formado em Psicologia e Especialista em Saúde Mental e Atenção Básica pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP). É também pós-graduado na Especialização em Direito Humanos, Saúde e Racismos pela Fiocruz. Homem cis preto de Salvador (BA) que gosta de compor histórias e sentimentos. É coordenador do do curso “Eu e o campo das masculinidades negras”, além de cofundador e produtor cultural no projeto Passando a visão: masculinidades negras.

Sempre inquieto diante das questões que se interessa, ele já atuou profissionalmente na política de assistência social junto à população em situação de rua; na área da saúde mental, clínica psicológica e garantia dos direitos da criança e adolescente em contexto de vulnerabilidade. Além disso, escreve e se afeta com assuntos relacionados à saúde mental da população negra, masculinidades negras, relações não-monogâmicas, relações raciais e política.

O psicólogo Paulo Gonzaga | Foto: DivulgaçãoO psicólogo Paulo Gonzaga | Foto: Divulgação

Serviço:

Curso online “Eu e o campo das masculinidades negras”

Formato: online

Plataforma: Hotmart

Material: drive com mais de 30 arquivos sobre temas relacionados às masculinidades negras

Investimento: R$ 87 parcelado em até 8 vezes (cartão de crédito)

* Texto publicado originalmente no site Negrê.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano