Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Edital investe R$ 3 milhões em projetos liderados por mulheres e pessoas trans

Ao total, 60 organizações serão beneficiadas com aporte de até R$ 50 mil
Encontro Diálogo Mulheres em Movimento 2023 promovido pelo ELAS+, com os grupos selecionados no último edital.

Foto: Reprodução / Acervo ELAS+

14 de maio de 2024

O edital “Mulheres em Movimento 2024 – por Democracia, Justiça de Gênero e Climática”, lançado pelo fundo “ELAS+ Doar para Transformar” em parceria com a ONU Mulheres, vai injetar cerca de R$ 3 milhões em iniciativas lideradas por mulheres e pessoas transsexuais de todo o território nacional.

A oitava edição do edital destinará até R$ 50 mil de apoio flexível para o fortalecimento de até 60 iniciativas, podendo se inscrever projetos de grupos com ou sem registro formal (CNPJ). As candidaturas devem ser realizadas até o dia 10 de junho.

Podem se inscrever todas as organizações chefiadas por mulheres cis, trans e outras transidentidades, desde que atuem diretamente no atendimento às comunidades, ações de mobilização social, promoção do debate público, controle e participação social, atividades de formação e informação, ação coletiva ou trabalho em rede. 

O edital foi lançado em 2017, e desde então trabalha com recursos direcionados a iniciativas e soluções sociais. O edital também promove encontros periódicos com os grupos financiados, para uma construção coletiva de estratégias de impulsionamento.

Savana Brito, diretora-executiva do ELAS+, comenta que o apoio flexível é uma maneira de oferecer recursos financeiros e de desenvolvimento para proporcionar o fortalecimento institucional e a autonomia dessas organizações.

 “O Mulheres em Movimento é um compromisso do ELAS+ e de seus parceiros com as organizações de mulheres que estão todos os dias trabalhando por justiça social em todos os âmbitos: direitos das mulheres e da população LBTI+, justiça racial, justiça socioambiental, democracia, entre tantas outras agendas para as quais sabemos que têm sido fundamentais”, diz Savana, em nota à imprensa.

O ELAS+ é o primeiro fundo filantrópico feminista e antirracista que atua por justiça social e ambiental no país, tendo sido pioneiro no investimento exclusivo da promoção do protagonismo de mulheres, pessoas trans e não-binárias. O fundo mobiliza recursos com empresas nacionais e internacionais, governos e pessoas físicas para aplicar no fortalecimento das organizações, atuando nas cinco regiões do país.

Este ano, o edital é lançado com o apoio das entidades internacionais Channel Foundation, Equality Fund, Fondation Chanel, Levi Strauss Foundation e Wellspring Philanthropic Fund.   

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano