Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Homem preso por apologia ao nazismo é liberado pela polícia no interior de SP

O homem de 26 anos foi ouvido pela delegacia de crimes raciais na cidade de Araraquara e liberado após prestar depoimento
Imagem mostra uma mesa com objetos encontrados na casa do suspeito de nazismo

Foto: Reprodução/Polícia Civil

11 de janeiro de 2024

Um homem de 26 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso pela Polícia Civil em Araraquara, interior de São Paulo, por vender produtos de conotação nazista. Após cumprirem o mandado de busca e apreensão, os agentes encontraram diversos objetos na casa do acusado.

As investigações tiveram início no estado de Santa Catarina com a suspeita de comercialização ilegal de materiais associados ao nazismo. Na casa do suspeito,  a polícia encontrou oito livros, três máscaras, uma medalha, dois anéis, uma moeda e uma bandeira com a suástica

O homem chegou a ser preso e conduzido à Delegacia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), prestou depoimento, foi solto e responderá ao processo em liberdade

Conforme a Lei nº 7.716/1989, é crime fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a suástica para fins de divulgação do nazismo. No Brasil o crime de apologia ao regime nazista é previsto em lei, com pena de dois a cinco anos de reclusão e multa.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano