Pesquisar
Close this search box.

Imprensa Negra no Brasil: jornalismo de resistência

9 de novembro de 2016

Texto: Divulgação / Edição de Imagem: Pedro Borges

Local do debate é onde se concentra o acervo do Fundo Clóvis Moura

“Clóvis Moura e a Imprensa Negra no Brasil: jornalismo de resistência” é tema do Debate Centro de Documentação e Memória (CEDEM) que ocorre no próximo dia 10 de novembro de 2016, às 18h30, na Praça da Sé, 108 – 1º andar, próximo ao metrô Sé.

O tema vem sendo objeto de pesquisa de diversas áreas do conhecimento. Neste debate, pretende-se analisar a contribuição do sociólogo, historiador e jornalista Clóvis Moura (1925-2003), considerando que essa imprensa é secular no país e as aproximações desse autor com os periódicos perpassam diversas de suas obras, entre as quais a publicação em fac-simile do título Imprensa Negra, em 1984.

Busca-se, ainda, a compreensão da maneira pela qual o estudo do “jornalismo de resistência,” praticado por Moura, foi influenciado por seus compromissos e vinculações políticas, presentes no diálogo, entre intelectuais e ativistas, relativo à chamada Questão Negra no Brasil e ao enfrentamento do racismo e sua inserção na cultura política no século XX.

Participam do evento os professores Teresa Malatian, Cleber Santos Vieira e a historiadora Soraya Moura. Teresa é mestre em História pela PUC-SP, doutora em História pela USP e livre-docente em Historiografia. Professora Titular aposentada da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Unesp, Câmpus de Franca, onde desenvolve trabalho no Programa de Pós-Graduação em História e Cultura. Tem realizado pesquisas na área de História política, com ênfase em biografias e temas ligados a história dos negros no Brasil.

Vieira é mestre em História pela Unesp, Câmpus de Franca e doutor em Educação pela USP. É professor adjunto da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Unifesp, onde atua no Departamento de Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência. É membro do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB-Unifesp).

Filha de Clóvis Moura, Soraya é graduada em História pela USP e proprietária da empresa Armazém de História Projetos Culturais. Há mais de vinte anos atua na área de pesquisa histórica e organização de acervos institucionais.

A condução do debate estará a cargo da historiógrafa do CEDEM Solange Souza. Graduada em História pela USP, possui experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Arquivologia.

Serviço:

Clóvis Moura e a Imprensa Negra no Brasil: jornalismo de resistência Data e horário: 10/11/2016, 5ª feira às 18h30; Local: Praça da Sé, 108 – 1º andar (metrô Sé); Certificado de participação a ser retirado durante o evento – Duração: 2h30; Informações: (11) 3116–1701- [email protected] Inscrições gratuitas: http://www.cedem.unesp.br/#!/form/ www.cedem.unesp.br / www.facebook.com/cedemunesp

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano