Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Líder comunitária cobra direito de resposta após ser chamada de ‘ignorante’ por apresentador da Record TV

A ativista quilombola de Salvador diz que comentário proferido por apresentador do programa Balanço Geral da Bahia foi feito de forma "preconceituosa e discriminatória"

Texto: Dindara Ribeiro | Edição: Nataly Simões | Foto: Reprodução/Youtube

A ativista Eliete Paraguassu

16 de julho de 2021

A ativista quilombola e líder comunitária da Ilha de Maré, em Salvador, Eliete Paraguassu, divulgou uma nota de repúdio e um abaixo-assinado em que pede direito de resposta após ser chamada de “ignorante” pelo apresentador do programa Balanço Geral da TV Record (Bahia), Zé Eduardo, conhecido como “Bocão”.

A fala do apresentador da emissora foi feita durante a exibição de um protesto realizado por integrantes da associação comunitária da Ilha, Porto dos Cavalos, Martelo e Ponta Grossa. Eles acusam Eliete de ter fraudado as eleições para a liderança comunitária e de ter desviado cestas básicas para moradores da região.

Eliete, que é marisqueira e militante do Movimento dos Pescadores e Pescadoras e da Articulação Nacional das Pescadoras, desmentiu a acusação e classificou o protesto como um “processo calunioso e difamatório vindo de um grupo da própria comunidade com interesses escusos ou inescrupulosos”.

Segundo a nota de repúdio, assinada por 70 movimentos e organizações, os comentários do apresentador Zé Eduardo foram feitos “de forma austera, preconceituosa e discriminatória” e que “reforça os ataques se referindo à mesma como ignorante”.

“Essas afirmações não só violam os direitos individuais de Eliete Paraguassu, mas atacam a imagem de uma mulher íntegra, idônea e uma ativista do movimento social reconhecida internacionalmente por sua atuação nas lutas comunitárias […] A imprensa é também responsável perante a comunidade por averiguar as informações antes da divulgação, pautando-se nos direitos humanos que proíbem qualquer forma de discriminação”, diz um trecho da nota, que também solicita retratação pública do apresentador.

A Alma Preta Jornalismo entrou em contato com a produção do programa Balanço Geral, da Record TV Itapoan, que informou que daria um retorno. Até a publicação deste texto, a reportagem não obeteve resposta.

Confira também:

ESPECIAL | Conhecimento passado de mãe para filha garante a manutenção de comunidades tradicionais

  • Dindara Paz

    Baiana, jornalista e graduanda no bacharelado em Estudos de Gênero e Diversidade (UFBA). Me interesso por temáticas raciais, de gênero, justiça, comportamento e curiosidades. Curto séries documentais, livros de 'true crime' e música.

    View all posts

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano