Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Metade da população indígena nunca utilizou um computador

De toda forma, o contato dos indígenas com a internet parece não ter uma relação direta com a falta de acesso aos computadores e a grande  maioria usa o celular

Texto: Redação | Imagem: Fernando Bezerra Jr

Metade da população indígena nunca utilizou um computador

20 de abril de 2021

O número de brasileiros com acesso ao computador tem apresentado um progresso considerável nos últimos anos. No entanto, os dados divulgados pela última edição da Pesquisa TIC Domicílios revelam que há um longo caminho pela frente, pelo menos para a população indígena. Segundo o estudo, que analisa o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação nos domicílios nacionais, metade dos indígenas nunca utilizou o dispositivo.

As informações foram compiladas recentemente pela plataforma de telecomunicações Melhor Plano, que cruzou os dados étnico-raciais para chegar aos resultados. Em números exatos, a porcentagem de indígenas que usam ou já usaram o computador alguma vez é de 48% , enquanto 51% não tiveram contato com o equipamento — o que aponta para um desafio na inclusão digital de determinados grupos sociais.

Leia também: Resistência Indígena: Entenda porquê o termo “índio” é considerado pejorativo

De toda forma, o contato da população indígena com a internet parece não ter uma relação direta com a falta de acesso aos computadores. Entre o total de entrevistados, 76% afirmaram utilizar as tecnologias 3G ou 4G, um número que sobe para 86% quando o assunto são as conexões via Wi-Fi.

Acompanhando uma tendência mundial, o celular segue como o principal dispositivo de uso diário, com adesão de 97% dos indígenas interrogados. Apenas 25% dos respondentes disseram nunca terem se conectado à web durante a vida, independente da forma.

Leia também: Trabalho, beleza e cotidiano: indígenas criam conteúdo sobre diversos temas

Para a maior parte deles, o motivo principal é a falta de habilidade com o computador (36%), seguido pela falta de interesse (30%). O alto valor dos dispositivos tecnológicos (8%), a falta de necessidade (8%) e o fato de não ter onde usar (3%) também foram fatores importantes considerados pelos entrevistados.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano