Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Primeira ‘Marsha’ pela Visibilidade Trans reúne mais de 40 organizações

Marcha Nacional Transsexual é a primeira no país e reuniu importantes figuras políticas
1ª Marsha Nacional pela Visibilidade Trans, em Brasília.

Foto: José Cruz / Agência Brasil

29 de janeiro de 2024

A primeira edição da “Marsha” Nacional pela Visibilidade Trans ocorreu neste fim de semana (28), em Brasília (DF). O ato inédito reuniu a sociedade civil, ONGS e figuras políticas, como as deputadas federais Erika Hilton (PSOL-SP) e Duda Salabert (PDT-MG), e a deputada estadual do Rio de Janeiro, Danieli Balbi (PCdoB).

Em rede social, a deputada estadual Erika Hilton comentou sobre a importância do ato.

“A Marsha de hoje é um passo grandioso para as pessoas trans, em uma longa caminhada de conquistas que continuaremos a percorrer todos os dias”, comentou a parlamentar.

A deputada Danieli Balbi também comentou sobre a passeata nas redes sociais. “Estou muito emocionada com essa mobilização que representa a maior ocupação de trans e travestis da história em Brasília! Somos gigantes!”, postou a deputada.

Ao todo, mais de 40 organizações nacionais e internacionais construíram a marcha, que também celebrou o Dia Nacional da Visibilidade Trans, comemorado neste dia 29 de janeiro.

Com uma grafia diferente, o nome do evento é uma homenagem a Marsha P. Johnson, artista transsexual negra estadunidense, conhecida por seu ativismo em prol da comunidade LGBTQIAP+.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 152

EP 151

Cotidiano