Pesquisar
Close this search box.

Racismo religioso e direito de resposta a Record são temas de debate

23 de maio de 2019

Atividade é promovida pela Cojira-SP, em parceria com o Nera, na quinta-feira (30), em São Paulo (SP)

Texto / Redação | Imagem / Léu Britto

O papel da mídia na naturalização de práticas racistas, o lugar da religião na pauta diária de veículos de comunicação e o impacto da invisibilização e da esteriotipação do negro pela mídia brasileira são alguns do temas do evento que ocorre na próxima quinta-feira (30), em São Paulo (SP).

A “Roda de Conversa – Direito de Resposta, Religião e Racismo Religioso” é promovida pela Cojira-SP (Comissão dos Jornalistas pela Igualdade Racial do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo), em parceria com o Nera (Núcleo de Estudos Étnico-Raciais das faculdades FMU-FIAM-FAAM).

Entre os convidados está o advogado Dr. Hédio Silva Junior, que falará sobre o processo de Direito de Resposta ganho contra o Grupo Record TV, por ofensas e injúria racial dirigidas aos seguidores de religiões Afro-brasileiras.

A ação durou 16 anos para ser cumprida, acumulando prejuízos aos seguidores de Umbanda e Candomblé, resultando em práticas de racismo religioso e intolerância religiosa, que extrapolaram a tela da TV.

O evento é aberto, as inscrições gratuitas e podem ser feitas na data do evento, a partir das 18h30. Vagas limitadas sujeitas à lotação do auditório.

Serviço

Roda de Conversa – Direito de Resposta, Religião e Racismo Religioso
Data: 30 de maio | Horário: 19h30
Endereço: Rua Rego de Freitas, 530 – Centro
Evento gratuito | Vagas limitadas, inscrições no local, a partir das 18h30

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano