Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

SUS: Brasil será 1º país a oferecer vacina contra a dengue gratuitamente

Vacinação deve começar em fevereiro de 2024, mas ainda não em larga escala
Imagem mostra um jovem negro sendo medicado por um enfermeiro no hospital.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

22 de dezembro de 2023

O Ministério da Saúde integrou, nesta quinta-feira (21), a vacina contra a dengue ao Sistema Único de Saúde (SUS). A ministra Nísia Trindade anunciou que a vacinação com o novo imunizante deve começar em fevereiro de 2024.

No primeiro momento, a vacina conhecida como Qdenga não será disponibilizada em larga escala, uma vez que o laboratório fabricante, Takeda Pharma, afirmou que possui uma capacidade restrita de fornecimento de doses. Por isso, a vacinação será focada em regiões e públicos prioritários.  

De acordo com a ministra, a transferência de tecnologia está em negociação. Trindade afirmou que o Instituto Butantã e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) são dois grandes laboratórios “com capacidade de produção para chegarmos à escala de que nosso país e população precisam“.

A previsão é que sejam entregues 5,082 milhões de doses entre fevereiro e novembro. O esquema vacinal é composto por duas doses com intervalo de três meses, indicadas para a faixa etária de quatro a 60 anos. Segundo a Anvisa, a vacina é composta por quatro sorotipos diferentes do vírus causador da dengue e poderá ser aplicada em quem já teve a doença.

Até este ano, a única vacina contra a dengue disponível no Brasil era a Dengvaxia, fabricada pelo laboratório francês Sanofi Pasteur. Entretanto, o imunizante é recomendado somente para quem já foi infectado com o vírus da dengue. Essa vacina protege contra uma possível segunda infecção, que, no caso da dengue, pode se manifestar de forma mais agressiva e levar à morte.

O processo de análise e incorporação da vacina foram feitas rapidamente pela Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec). O imunizante passou por todas as análises da comissão, que recomendou sua incorporação.
Em 2023, o Brasil registrou um aumento de 15,8% nos registros de dengue em relação ao mesmo período do ano passado. Conforme dados do Ministério da Saúde, o número de casos passou de 1,6 milhão este ano.

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano