Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Tesouro Nacional e Banco do Brasil lançam ação para educação financeira de mulheres

A ideia é garantir uma poupança para subsidiar os estudos de seus filhos, netos ou sobrinhos
Imagem mostra uma mãe solo ao lado de sua filha, enquanto ambas cuidam de um vaso de plantas.

Foto: Reprodução

21 de janeiro de 2024

O Tesouro Nacional e o Banco do Brasil (BB) lançaram a ação Educa+ Mulher. A iniciativa visa promover a educação financeira e proteção às mulheres, em especial das mães solo. A ideia é apoiar essa população na construção de uma reserva financeira para, futuramente, subsidiar os estudos de seus filhos, netos ou sobrinhos.

Um estudo do Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostrou que o Brasil tem mais de 11 milhões de mães que criam os filhos sozinhas. Deste total, 90% das mulheres que se tornaram mães solo entre 2012 e 2022 são negras.

Em nota, o Ministério da Fazenda destacou que a iniciativa é pioneira no mercado e busca incentivar que as mulheres façam seu primeiro investimento, com foco no título de renda fixa Tesouro Educa+, lançado em agosto do ano passado em parceria com a Bolsa de Valores (B3).

Para isso, as futuras investidoras vão receber, de forma totalmente gratuita, diversos conteúdos de educação financeira, com dicas, análises e sugestões, cursos e uma assessoria humana e digital, por meio do aplicativo WhatsApp.

A publicação ressalta também que, ao realizar qualquer investimento a partir de R$ 35, as mulheres inscritas no programa serão automaticamente incluídas em uma apólice de seguro de vida do Banco do Brasil, benefício válido por um ano. 

“O seguro busca proteger os beneficiários caso ocorra uma perda inesperada da responsável financeira, o que pode comprometer o objetivo de dar sequência nos estudos”, ressalta a pasta.

“Eu sempre digo – e isso é até um dos meus lemas de vida – que uma mulher abre caminhos para outras. E é justamente essa a ideia do Educa+ Mulher: as mulheres em evidência, sendo protagonistas de suas histórias e planejando o futuro educacional de quem elas mais amam”, afirmou a presidente do BB, Tarciana Medeiros, no comunicado. 

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano