Pesquisar
Close this search box.

Youtubers sofrem ataques racistas na internet

30 de outubro de 2018

Entre os nomes estão Gabi Oliveira, Nátaly Neri e Spartakus Santiago. Os três fizeram vídeos justificando o porquê de não ser boa escolha votar no agora eleito Jair Bolsonaro (PSL)

Texto / Redação Alma Preta
Imagem / Reprodução TEDex

Depois da vitória de Jair Messias Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições presidenciáveis deste ano, youtubers negros que se posicionaram contra o político, apontando consequências diretas de uma possível eleição estão sofrendo ataques violentos na plataforma, e entre eles, alguns são racistas.

 
 
 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Andando pelos comentários do vídeo no canal contra o Bolsonaro, esses foram alguns entre tantos outros comentários violentos, racistas e misóginos. De preta vagabunda e suja à puta arrombada comunista, a variedade de ofensas usadas e seus sinônimos não dão conta do ódio contido nas “pessoas de bem” que o novo governo quer apoiar e armar (medidas cabíveis judicialmente já estão sendo tomadas). Não fui só eu, estamos todos na zona de risco, como se nossas vidas se tornassem alvos nas costas. Pouco mais de 24h após a eleição do ex-militar as pessoas já se sentem confortáveis para destilar seu racismos e violências mil. Esse é o aval que esse governo está dando. E é contra isso e todos os possíveis retrocessos que seremos uma forte e constante oposição. Durante a manhã de hoje cai, me deixei abater, muito menos pelas ofensas racistas que, infelizmente nos acostumamos, e muito mais pelo contexto. Cai e vocês me ergueram, me fortaleceram. Me lembraram de todas as formas que eu não estou sozinha, e eu estou com vocês. 24h após a eleição enfim sinto sono e conseguirei dormir e só queria agradecer porque achei que esse dia nunca fosse acabar.

Uma publicação compartilhada por Nátaly Neri (@natalyneri) em

Os ataques foram compartilhados nas redes sociais e fãs se mobilizaram para dar força aos envolvidos, com mensagens de apoio e depoimentos de como esse trabalho mudaram suas vidas.

Confira os vídeos que foram feitos por eles Gabi Oliveira, Nátaly Neri e Spartakus Santiago em seus canais.

 

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano