Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Alma Preta indica: sete cineastas negros para você conhecer

26 de setembro de 2019

Alma Preta indica cineastas brasileiros para acompanhar

Texto e designer: Vinicius Araújo

1.Joel Zito Araujo

Cineasta e pesquisador mineiro, da cidade de Nanuque, é doutor em Ciências da comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP e fez pós-doutorado no departamento de rádio, TV e cinema e no departamento de antropologia da University of Texas, em Austin, nos Estados Unidos.

Filmes: Cinderelas, Lobos e Um Príncipe Encantado (2019) | Raça (2013) | As filhas do vento (2004) | A negação do Brasil (2000)

2. Yasmin Thayná

Cineasta brasileira, roteirista e diretora do curta-metragem Kbela. O filme recebeu o prêmio de Melhor Curta-metragem da Diáspora Africana da Academia Africana de Cinema. É fundadora do Afroflix, plataforma online que disponibiliza produções audiovisuais com pelo menos uma área de atuação técnica/artística assinada por uma pessoa negra.

Filmes: Batalhas (2016) | Kbela (2015)

3. Sabrina Fidalgo

A carioca Sabrina Fidalgo é uma cineasta, roteirista, atriz e produtora brasileira. Foi eleita em março de 2018 pela publicação norte-americana Bustle uma das 36 Female Filmmakers Across the Globe Who Are Breaking Ground In Their Own Country ficando em oitavo lugar.

Filmes: Rainha (2016) | Rio Encantado (2014) | Personal Vivator (2014) | Cinema Mudo (2012) | Black Berlim 2009 | Sonar (2006) – Special Report (2006)

4. Adélia Sampaio

Filha de empregada doméstica, mudou-se para o Rio de Janeiro com a família aos 4 anos de idade. No fim da década de 1960 foi trabalhar como telefonista na Difilm, distribuidora brasileira ligada ao Cinema Novo. Começou a organizar o cineclube da empresa, que projetava filmes em 16mm. Passou a trabalhar também na produção dos filmes, em diversas funções. Foi continuísta, maquiadora, câmera, montadora e produtora.

Filmes: Amor Maldito (1984)| O segredo da Rosa (1974 )| Ele, Ela, Quem? (1980) | Parceiros da Aventura (1980)

5. Joyce Prado

Joyce Prado, Cineasta com especialização em Roteiro Audiovisual e fundadora da produtora Oxalá Produções.

Filmes: Fábula de Vó Ita | Sol (2017) | Am/Fm (2014) | Muros Entre Nós (2013)

6. Glenda Nicácio

A mineira Glenda Nicácio é fundadora da Rosza Filmes, uma produtora independente sediada no recôncavo baiano. Graduada em cinema e audiovisual pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Nicácio desenvolve uma série de atividades voltadas à prática do cinema e educação nas escolas públicas daquela região.

Filmes: Ilha (2018 )| Café com Canela (2017)

7. Camila de Moraes

Formada em jornalismo no ano de 2010. Camila entrou para a história do cinema brasileiro ao tornar-se a segunda diretora negra a ter um filme exibido em circuito comercial, com O Caso do Homem, longa ganhou ainda mais reconhecimento no Brasil ao estar entre os pré-selecionados pelo Ministério da Cultura para concorrer ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2019.

Filme: O Caso do Homem Errado (2018)

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano