Pesquisar
Close this search box.

Larissa Cazé faz campanha para financiar livro infantil com protagonista negra

larissa_caze-1

14 de janeiro de 2021

Moradora da Vila Cruzeiro, no RJ, Larissa Cazé promove financiamento online para a publicação de livro digital

Texto / Flávia Ribeiro | Edição / Lenne Ferreira | Imagem / Arquivo pessoal de Larissa Cazé

Uma menina negra que mora em uma favela e tenta ajudar seus amigos. Essa é a trama do livro “Heroína da Favela”, escrito pela atriz paulistana Larissa Cazé, que abriu uma campanha de financiamento coletivo virtual para publicar seus escritos. O enredo da publicação aborda temáticas de conscientização cidadã para as crianças a partir de uma atmosfera lúdica. Como referência, a autora conversou com mulheres por meio de aplicativo de mensagens para saber o que gostariam de ter lido durante a infância 

“O livro é sobre uma criança vivendo sua fantasia. Ela não tem nome porque pode ser qualquer criança. É um livro que fala muito sobre cidadania e que os nossos pequenos podem ser heróis com pequenas atitudes do dia a dia”, explica a autora.

É o primeiro livro de Larissa, que foi escrito à mão durante uma madrugada. “Depois que terminei, em fevereiro, guardei e planejei não mostrar a ninguém. Mas, com todo o alvoroço que foi 2020, em dezembro, eu vi que não vale a pena esconder nossos projetos” comenta.

A primeira tentativa de financiamento veio em forma de uma rifa, divulgada nas redes sociais. Com o dinheiro obtido, ela autenticou o livro. À época, os amigos indicaram que ela fizesse uma campanha de financiamento para desenvolver melhor o projeto. “Eu criei a vakinha sem esperanças de que iam doar para a realização do meu sonho. Mas ela acabou ganhando repercussões com pequenas doações incríveis. Não tenho um valor limite, no momento, a primeira meta foi concluída, que eu foi autenticar a obra. Agora, estou começando a correr atrás de editoras com preços acessíveis e editais de livros” conta a escritora.

larissa cazé2

Formada em Recursos Humanos, Larissa é também atriz, estuda na Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Pena, no RJ, e é a primeira pessoa da família a ter nível superior. Para escrever “Heroína da Favela”, ela falou com cerca de 20 mulheres por meio de aplicativo de mensagens perguntando o que gostariam de ter lido durante a infância. “Sou muito envolvida com arte, amo ler e, por isso, sempre quis escrever algo. O livro fala sobre cabelo, sobre favela, sobre heróis… Juntei as “carências” que as mulheres que entrevistei sentiram quando eram crianças para transformar em um produto para nova geração. É um livro simples, de leitura fácil. E espero que seja uma ferramenta acessível paras crianças pretas das comunidades” relatou Larissa.

A campanha de financiamento da Heroína da Favela, de autoria de Larissa Cazé e ilustrações de Gabrielle Lobato (@gabiiarts) pode ser acessada aqui

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano