Pesquisar
Close this search box.

Batalha de versos e beats dá tom a novo álbum de artistas pernambucanos

“Não sei para onde eu vou, mas sei de onde eu vim”. Okado do Canal e DJ Phino lançam álbum “DESAFIO" marcado por experimentações e versatilidade dos artistas; com quatro meses de produção, o trabalho traz na bagagem subgêneros do Hip Hop, como o Boombap e o Afrotrap

Texto: Victor Lacerda / Edição: Lenne Ferreira / Imagem: Divulgação 

Batalha de versos e beats dá o tom do novo álbum dos pernambucanos Okado do Canal e DJ Phino

28 de maio de 2021

O rapper pernambucano Okado do Canal em parceria com o beatmaker DJ Phino colocam no mundo o álbum intitulado “DESAFIO – DJ Phino versos Okado do Canal”. O trabalho é resultado de uma brincadeira entre os amigos músicos que promoveram um duelo de versos e beats, onde os artistas se provocaram a estimular a produção criativa um do outro. Como um experimento na carreira de ambos, o disco marca um tempo de experimentação em tempos adversos. 

Sofrendo os entraves que a pandemia segue gerando na cadeia cultural, os amigos decidiram se reunir por quatro meses para o desenvolvimento e conclusão do projeto. “Ficamos preocupados com a falta de circulação de nós, artistas, que vivíamos de show. Pelo tempo que a pandemia vem tomando, prestamos atenção na força que as plataformas de streaming estão tendo e focamos em produzir algo ‘massa’ juntos. Depois de estarmos em uma mesma live, nos juntamos para conversar e demos início ao processo”, conta Okado. 

Cronista da periferia, que mora na Favela do Canal, Zona Norte do Recife, Okado do Canal ficou conhecido pelas suas letras, que denunciam racismo, violência policial e o extermínio da juventude negra. No novo álbum, ele se propõe a romper com a imagem pesada e rígida do rapper marrento. Em ‘Desafio’, os músicos demonstram versatilidade na condução musical, passando por diversos subgêneros do hip hop, a exemplo do boombap, que marcou os anos 90, e do afrotrap, que busca nas raízes da musicalidade africana trazer uma dinâmica entre o trap e o afrobeat.

Leia também: ENTREVISTA: O poder da palavra da mulher trans, negra e paraibana; conheça Bixarte

A segunda metade do álbum ainda traz novidades na experimentação musical dos artistas. Toda feita por estilos inéditos de trabalho para eles, ‘Desafio’ inclui uma faixa instrumental e até uma lovesong, surpreendendo o público que já acompanha Okado do Canal e DJ Phino. 

A discografia sobre a trajetória da carreira de ambos, ainda traz abertura para falar do amor e do orgulho de quem mora na Favela do Canal. “Não sei para onde eu vou, mas sei de onde eu vim”, trazem os artistas na primeira faixa, em que ressalta o sentimento de pertencimento ao canal do Arruda. A última música, por sua vez, demonstra seu senso de responsabilidade com a comunidade e as razões pelas quais o caminho do rapper nunca vai parar: “Faço isso pra tirar os menor da boca, faço isso pra alimentar umas boca, faço isso pra calar algumas boca e talvez seja por isso que eu não cale minha boca!”. 

Com a contribuição na captação, mixagem e masterização de Lucas Ferraz, ‘Desafio’ conta com 6 faixas: “Não posso perder”, “Mermo de Airmax”, “Altos e Altos”, “Urbanoide”, “Atrás do seu perfume” e “Nunca vai parar”. A direção musical fica por conta dos artistas que protagonizam o projeto. 

Para Okado, a obra marca um tempo para focar nas possibilidades alternativas para seguir tocando um trabalho regional e autoral, que dialoga com a cena local do rap e da música de periferia. “Foi um momento de transformar a angústia e as notícias negativas que estamos recebendo em música em meio ao caos. É um trabalho que quer passar longe das tristezas e incertezas diárias. O foco, para nós, é se fortalecer para permanecer em movimento, não parar”, finaliza o rapper. 

“DESAFIO – DJ Phino versos Okado do Canal” está disponível em todas as plataformas digitais e através do link.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano