Pesquisar
Close this search box.

Bloco de carnaval exalta a negritude e as religiões de matriz africana

10 de março de 2019

O “Bloco Afro É Di Santo” há 9 anos mobiliza as ruas de Piraporinha, Zona Sul de São Paulo

Texto / Pedro Borges
Foto / Júlio César

O “Bloco Afro É Di Santo” pintou as ruas de Piraporinha, Zona Sul de São Paulo, de amarelo, branco e alegria pelo nono ano consecutivo. Com samba, reggae e outros ritmos de matriz africana, o bloco animou as centenas de participantes no dia 4 de Março.

A ideia é a de reunir corpos negros e periféricos afim de se divertir e enfrentar o racismo. A edição de 2019 também trouxe o tema “Tambores: Sabedoria Ancestral”, uma homenagem às religiões afro-brasileiras.

A organização destacou o apoio de outros coletivos da região, como Fábrica de Cultura Jd. São Luiz, Bloco do Beco, Umoja, Maracatu Baque Atitude e Carnaval na Quebrada.

Bloco é di santo Corpo

Bloco desfile pelas ruas de Pirapora, zona sul de São Paulo (Foto: Júlio César)

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano