Pesquisar
Close this search box.

‘’Bolsonaro, as ruas e o Congresso’’: ativistas debatem os impactos do governo para a comunidade negra

23 de maio de 2019

Encontro em São Paulo conta com a participação de Áurea Carolina (PSOL-MG) e Orlando Silva (PC do B-SP)

Texto / Pedro Borges | Imagem / Marcelo Camargo / Agência Brasil | Edição / Simone Freire

Áurea Carolina (PSOL-MG), Orlando Silva (PC do B-SP), Elaine Mineiro, da Uneafro, e Allan da Rosa, escritor, participam do debate “Bolsonaro, as ruas e o Congresso”, no dia 25 de maio, sábado, das 9h30 às 12h.

O encontro, organizado pelo coletivo “Faremos Palmares de novo”, ocorre na sede da OAB, em São Paulo, na Praça da Sé, 385, Centro. O objetivo do diálogo é o de construir uma reflexão coletiva sobre o atual momento vivido pelo país e fortalecer a luta antirracista de esquerda existente no país.

“A nossa proposta é discutir entre nós, pretos e pretas periféricos, de diferentes espaços da nossa militância e dia a dia na quebrada, das pessoas que conseguiram acessar os espaços de poder, enfim, discutir diferentes maneiras de como a gente pode continuar resistindo”, explica Elaine Mineiro.

A atividade de sábado é o quarto encontro organizado pelo coletivo, que tem mantido a regularidade de um momento de reflexão por mês. Participaram dos encontros anteriores figuras como Edson Cardoso, Irohin, Regina Lucia, MNU, Erica Malunguinho, PSOL-SP, Flávia Oliveira, Globonews, Weber Lopes, escritor, Flávia Oliveira, historiadora, e João Paulo Rodrigues, MST.

Para o escritor Allan da Rosa, este tipo de espaço é fundamental. “O momento [político] é estranho, traz muitas pontas soltas da história, seja das cordas dos vampiros ou de linhas que traçaram as gerações anteriores. Parece que anseios lá dos anos 80 e também suas lacunas estão ainda pulsando. Frestas e pisos movediços políticos que passaram batido nas últimas décadas emergiram cheio de crostas, de fogo, de incompreensão.. e em meio a tanto desentendimento, mesmo os que pintam entre os vários interesse distintos das Casas Grandes, é imprescindível manter o espírito de organização. De escambo e de horizonte aberto”, pontua.

As vagas para participação na atividade são limitadas e as inscrições podem ser feitas aqui.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano