Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

‘Favela em Fluxo’: exposição itinerante percorrerá três capitais

De maio até dezembro, a mostra circula por Recife, Salvador, Rio de Janeiro, antes de retornar para São Paulo
A imagem mostra duas mulheres pretas apreciando a exposição ‘Favela em Fluxo’.

Foto: Nego Júnior/Divulgação

12 de maio de 2024

O Museu das Favelas, instituição da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, anunciou, em nota, o início da primeira exposição itinerante. Entre maio e dezembro, a mostra “Favela em Fluxo” percorrerá três capitais brasileiras antes de retornar a São Paulo. A abertura da mostra começa no dia 15, na capital pernambucana.

A iniciativa combina experiências artísticas e interativas, além de convidar o público a embarcar em uma jornada de trocas culturais e conhecimento sobre o presente para inspirar novas possibilidades de futuros. Recife, Salvador e Rio de Janeiro vão receber a exposição itinerante e a oportunidade de conhecer uma das mais importantes iniciativas culturais da instituição. 

Ao todo, 20 artistas periféricos compõem a mostra que pretende fazer com que o visitante tenha uma experiência imersiva, e informativa com a apresentação de dados importantes sobre as favelas brasileiras. A exposição busca compartilhar ideias sobre os futuros das favelas por meio de ferramentas interativas e debates. O público poderá conhecer a produção artística em variados suportes, como esculturas, vídeos, telas, fotografia, ilustrações e pinturas.   

A curadoria é formada por Aline Bispo, multiartista visual, ilustradora e curadora independente, Leonardo Moraes, musicista e coordenador de ações de Arte Educação pelo SESC, Rebecca França, historiadora, curadora e diretora de arte, e José Eduardo Ferreira Santos, pesquisador e curador do Acervo da Laje. 

Entre os artistas confirmados, apresentando trabalhos de destaque, estão: em Recife, Vitória Vatroi, Nomes, Lua Barral, Cigana e Francisco Mesquita; em Salvador, Mila Souza, Uiler Costa Santos, Fernando Queiroz, Zaca Oliveira e Elson Júnior; no Rio de Janeiro, Jade Maria Zimbra, Abarte Junior, Gael Affonso, Wallace Lino e Deize Tigrona; e em São Paulo, Robinho Santana, Janaina Vieira, MC Lalão do TDS, Wadjla Tuany e Mayara Amaral.

Para Natália Cunha, diretora do Museu das Favelas, a exposição é uma aliança em prol da transformação social.

“Nosso objetivo é desafiar estereótipos e promover o reconhecimento genuíno das potencialidades das favelas, transformando fluxos depreciativos em movimentos de ressignificação e progresso. Juntos, estamos construindo uma nova narrativa, onde o fluxo das favelas se torna a rota primordial para uma cidade mais equitativa e vibrante”, afirma, em nota.

Serviço

Paço do Frevo | Recife – PE
Quando: De 15 de maio a 14 de julho. De terça a sexta, das 10h às 17h | Sábado e Domingo, das 11h às 18h
Onde: Praça do Arsenal da Marinha, s.n
Entrada: R$10 e R$5 (meia)
Ingressos no site ou na bilheteria. 
A entrada é gratuita às terças-feiras.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano