Pesquisar
Close this search box.

Festival de curtas em SP aborda tensões entre meio ambiente, corpo e ancestralidade

Evento com entrada gratuita vai exibir 60 filmes de 33 países
Cena do curta-metragem "Pássaro Memória", de Leonardo Martinelli.

Foto: Reprodução

30 de maio de 2024

Em sua quarta edição, o Cinefestival Internacional de Ecoperformance vai exibir 60 curtas-metragens de 33 países no Cine Satyros Bijou, localizado no centro de São Paulo. O evento, com entrada gratuita, acontecerá entre 30 de maio e 2 de junho.

Os filmes abordam temas como a escassez, poluição, destruição de recursos naturais e a extinção de territórios, populações e modos de vida. Do Brasil foram selecionados dez curtas, entre eles, Nhãndê Kuery Mã Hi’ãn Rivê Hê’Yn, de Dino Menezes, e Pássaro Memória, de Leonardo Martinelli. 

Idealizado pela coreógrafa brasileira Maura Baiocchi e pelo diretor alemão Wolfgang Pannek, o festival é conhecido por promover filmes de artistas que investigam as tensões entre o meio ambiente, o corpo e a ancestralidade em paisagens naturais, urbanas e virtuais.

Neste ano, o festival oferecerá os prêmios de “Melhor Ecoperformance”, “Brown Arts Ecoperformance – Seleção IGNITE” e o “Prêmio Dança Ambiental”, concedido pela Companhia Christoph Winkler, de Berlim, para o projeto Dança Ambiental.

Além de São Paulo, o festival acontece também em outras cidades ao redor do mundo: Brisbane (Austrália), Providence (EUA), Pinamar, Córdoba e Buenos Aires (Argentina), Bucareste (Romênia) e Schwerte (Alemanha).

Para mais informações, consulte o site oficial do festival.

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano