Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Museu da Língua Portuguesa tem evento dedicado à influência de línguas africanas no Brasil

Imagem mostra o Museu da Língua Portuguesa, localizado em São Paulo.

Foto: Governo de São Paulo

4 de maio de 2024

A potência e a influência das culturas africanas no Brasil ganha espaço no Dia Mundial da Língua Portuguesa 2024, celebrado no sábado (4), no Museu da Língua Portuguesa, localizado em São Paulo. A programação vai começar às 10h e se estenderá até as 19h.

O evento gratuito vai reunir artistas do Brasil, Angola, Guiné, Moçambique e Portugal com performances e gastronomia. Um dos destaques é o show de encerramento na Praça da Língua com a brasileira Fabiana Cozza e o português de ascendência cabo-verdiana Dino D’Santiago. 

O músico brasileiro Tiganá Santana e o escritor angolano Kalaf Epalanga, curadores da ação neste ano, vão atuar como mestres de cerimônias. Toda a programação é inspirada na mostra “Línguas africanas que fazem o Brasil”, próxima exposição temporária, a ser inaugurada no fim de maio. 

O evento será aberto com o escritor e poeta angolano Ermi Panzo e o grupo brasileiro Slam das Minas, às 11h. Em seguida, às 13h, se apresenta a cantora Fanta Konatê, de Guiné-Conacri. Fundadora do Instituto África Viva, a artista é considerada uma referência cultural de seu país.  

Além das performances artísticas, a programação inclui uma feira no Saguão B, no qual o público poderá adquirir objetos de origens africanas ou afrodiaspóricas, além de saborear alimentos como acarajé e comprar livros de editoras dedicadas à literatura negra.

No domingo (5), quando se comemora oficialmente o Dia Mundial da Língua Portuguesa, a entrada do museu também será gratuita para todos os públicos. O acesso deve ser realizado pelo Portão A.

Acesse o site da instituição para conferir a programação completa do Dia Mundial da Língua Portuguesa.

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano