Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Projeto educacional gratuito busca combater racismo entre evangélicos

Iniciativa do Movimento Negro Evangélico busca promover educação racial gratuita para comunidade evangélica
Manifestantes durante a Jornada Nacional de Luta pelas Vidas Negras, no RJ.

Foto: Daniel Ramalho / AFP

1 de março de 2024

O programa Martin Luther King para Formação e Incidência Política, lança gratuitamente a Escola de Justiça Racial, projeto educacional que busca alinhar a comunidade evangélica com a luta antirracista.

A proposta é uma iniciativa do Movimento Negro Evangélico (MNE) e tem como objetivo combater o fundamentalismo através da capacitação educacional teórica e prática na luta pela equidade racial.

“A escola de justiça racial é necessária porque vivemos em um país desigual e é preciso pensar nas tecnologias e ferramentas do povo negro para diminuir desigualdades através do nosso conhecimento ancestral”, comenta Rakell Matoso, coordenadora nacional do Movimento Negro Evangélico, em nota à imprensa.

O programa ocorrerá presencialmente nas cidades do Rio de Janeiro e Recife, nos dias 16 de março e 06 de abril. A ação também contará com uma versão online da Escola, e as inscrições devem ser feitas através do site.

Formada por lideranças negras evangélicas, o MNE é uma organização nacional que atua em dez estados brasileiros, e visa criar uma ponte entre o movimento negro e a comunidade evangélica.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano