Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Afroempreendedor cria técnica para aplicar dreads e amenizar características de calvície

A alopecia, mais conhecida como calvície, atinge cerca de 42 milhões de brasileiros, segundo a Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC)
A imagem mostra um homem negro com calvicie, antes de realizar o procedimento do cabeleireiro Lucas Preta. Ao lado, uma outra foto após a aplicação dos dreads.

Foto: Divulgação

21 de março de 2024

O cabeleireiro, afroempreendedor e CEO da Africarioca Conceito, Lucas Preto, desenvolveu uma técnica que possibilita pessoas com calvície usarem dreads. Localizada Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, a barbearia é especializada em serviços de beleza para pessoas negras. 

A técnica dos Baldlocs, desenvolvida pelo profissional, atende desde o formato do rosto até a classificação capilar de uma pessoa calva e renova a autoestima e dá novas perspectivas para o uso de penteados e cabelos comuns à cultura negra. 

Uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC) aponta que 42 milhões de brasileiros são afetados pela alopecia, mais conhecida como calvície. O estudo mostra ainda que 80% dos homens com mais de 80 anos podem sofrer desta condição. Entre as mulheres, 30% com mais de 50 anos podem apresentar queda de cabelo acentuada.  

O procedimento dos Baldlocs foi desenvolvido há dois anos por Lucas Preto surgiu com a ideia de inovar no mercado da estética negra. A técnica é realizada com needle technique (técnica de agulha) e não utiliza nenhuma substância danosa ao couro cabeludo, o que possibilita o estímulo ao crescimento nas regiões ainda propícias a terem fios. A aplicação da técnica custa entre R$ 2 e R$ 3 mil.

Atualmente, o salão que existe desde 2018 emprega 15 funcionários, que sustentam suas famílias por meio dos dreads, especialmente. Para que seja possível aplicar os Baldlocs, é necessário que a pessoa não seja totalmente careca e esteja com cabelo com, no mínimo, quatro centímetros de comprimento.

Em 2024 o profissional levará a técnica para nove capitais brasileiras. A segunda edição da turnê “Africarioca Na Estrada” passará por Belo Horizonte, (22, 23 e 24 de agosto), São Paulo (26, 27, 28, 29, 30, 21 de agosto), Fortaleza (17 e 18 de setembro), Recife (20 e 21 de setembro), Brasília (23 e 24 de setembro), Porto Alegre (15 e 16 de outubro), Florianópolis (18 e 19 de outubro), Curitiba (21 e 22 de outubro) e Vitória (2 e 3 de novembro).

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano