Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Capitão da Seleção Brasileira de Handebol denuncia racismo contra o time na Argentina

Torcedores arremessaram bananas na quadra durante final de campeonato em Buenos Aires
Seleção Brasileira de Handebol após ganhar o campeonato Sul-Centro Americano de Handebol, em Buenos Aires (AR).

Foto: Divulgação Handball SC America

24 de janeiro de 2024

O capitão da seleção brasileira de handebol, Thiagus Petrus, denunciou ataques racistas sofridos pelos integrantes do time na final contra a Argentina, em Buenos Aires. Em rede social, o atleta contou ter sido alvo de bananas arremessadas em quadra.

Petrus também foi alvo de ofensas diretamente em seu perfil no Instagram, e divulgou as mensagens enviadas por argentinos. A mensagem o chamava de macaco e mandava retornar para seu país.

“Difícil estar feliz com esse tipo de situação, mas certo de que estou no caminho certo, se a minoria racista fica incomodada com meu trabalho e dos meus companheiros. Seguimos na Luta”, diz trecho da publicação.

O capitão do time destaca que essa foi apenas uma das mensagens recebidas, além das bananas arremessadas em campo. 

Em nota publicada no X (antigo Twitter), o Comitê Olímpico do Brasil (COB) classificou o ocorrido como absurdo e pediu às autoridades que investiguem o caso. A Comissão Brasileira de Handebol (CBHb) também se pronunciou, em sua conta no Instagram, onde “repudiou veementemente os atos racistas cometidos por alguns torcedores argentinos”.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano