Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Chef confeiteiro vence prêmio no Rio de Janeiro com foco em gastronomia preta

Vinicius Santos se destacou com suas sobremesas no Hotel Hilton Copacabana
O chef Vinicius Santos fala durante cerimônia do Prêmio Gastronomia Preta, no Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2023.

Foto: Divulgação

6 de dezembro de 2023

Nos dias 26 e 27 de novembro, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ) e a Praça da Pira, localizados no Rio de Janeiro, foram palco do Festival Gastronomia Preta. Além de uma programação diversa, o evento contou com a revelação dos vencedores da 2ª edição do Prêmio Gastronomia Preta.

Unindo representatividade e potencialidade, o chef Vinicius Santos, de 30 anos, foi o ganhador da categoria Confeitaria. O prato vencedor foi uma sobremesa tartalete de chocolate com laranja inspirado na trajetória profissional do confeiteiro. 

Vinicius iniciou sua jornada na cozinha como steward – colaborador que limpa, higieniza e organiza utensílios, equipamentos e louças de cozinha -, mas logo teve seu talento reconhecido pelo chef argentino Pablo Ferreyra sendo promovido a 1º Confeiteiro. 

Hoje ele atua como chefe de confeitaria no Hotel Hilton Copacabana, onde se destacou ao colaborar com os cardápios das festas de final de ano do hotel, com sobremesas glamorosas, como a rabanada de brioche com lascas de amêndoa.

Além da jornada no hotel, o chef Vinicius também ministrou aulas de confeitaria para pessoas pretas e pardas do Rio de Janeiro, por meio do projeto Pretonomia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), cujo objetivo é inspirar jovens e evidenciar a culinária afro-brasileira.

No total, a premiação consagrou os 26 vencedores em categorias distintas, que vão desde o ‘Chef’ do ano, que consagrou a chef carioca Viviane Almeida, até o ‘Projeto de Inclusão’ que mais se destacou, caso do Curso Gastronomia no Quilombo Baía Formosa, localizado em Búzios (RJ).

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 152

EP 151

Cotidiano