Olimpíadas 2024

Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Criminosos ameaçam Iza Lourença, vereadora de BH, de morte e filha de estupro

Essa não é a primeira ameaça sofrida pela vereadora do PSOL; Polícia Civil, Guarda Civil Metropolitana e Ministério Público foram acionados

Texto: Pedro Borges | Edição: Nataly Simões | Imagem: Bárbara Grila

Iza Lourenço com o microfone em pronunciamento

Foto: Foto: Bárbara Grila

22 de agosto de 2023

A vereadora de Belo Horizonte (MG), Iza Lourença (PSOL), recebeu quatro ameaças de morte na sexta-feira (18) no e-mail institucional e pessoal. As mensagens fazem críticas ao mandato da vereadora, lamentam o fato dele não ter sido caçado e compartilham todos os dados pessoais da ativista. A filha da vereadora, de apenas três anos, também foi ameaçada de estupro pelos criminosos.

Iza Lourença recebe escolta da Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte desde o final de semana. O mandato afirma que vai acionar o Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania e a pasta da Igualdade Racial, além do Ministério Público de Minas Gerais para investigar o caso. A equipe da vereadora se reuniu na segunda-feira (21) com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, que colocou a estrutura do governo federal à disposição do mandato.

“Já temos um inquérito aberto pela polícia civil. Essa semana vamos ter as oitivas. Além disso, estamos em contato direto com o Ministério Público para auxiliar nas investigações”, contou a vereadora para a Alma Preta. O inquérito policial está na delegacia de crimes de intolerância.

Em nota enviada para a imprensa, a vereadora anunciou que “seguirá firme” e destacou a “a rede de solidariedade que tem se mobilizado pela nossa proteção”. Ela ainda ressaltou que os responsáveis pela ameaça a atacam por representar um “projeto político coletivo de esquerda e democrático”.

A Polícia Civil informou que a “instaurou um inquérito para investigar as ameaças recebidas por vereadoras de Belo Horizonte. O caso está em tramitação na Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Racismo, Xenofobia, LGBTfobia e Intolerâncias Correlatas (Decrin) em Belo Horizonte”. Caso a prefeitura se posicione, o texto será atualizado.

A Secretaria de Segurança e Prevenção de Belo Horizonte afirmou que “a Prefeitura de Belo Horizonte acolheu o pedido e autorizou a escolta das vereadoras Iza Lourença e Cida Falabella. O comandante da Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte (GCMBH) esteve reunido com as duas vereadoras na Câmara Municipal, na sexta-feira, dia 18, ajustando os detalhes das escoltas, que tiveram início naquele mesmo dia. Não serão fornecidos detalhes, por questão de segurança”.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano