Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Conheça dez palavras de origem africana usadas no cotidiano brasileiro

A bagagem linguística da África colaborou com a construção da cultura e dialetos brasileiros e emprega sentido à palavras relacionadas à culinária, religião, dança e música
Imagem mostra o mapa da África.

Foto: Omersukrugoksu

28 de novembro de 2023

A história do português brasileiro é composta por um grande número de línguas herdadas das diferentes culturas que marcaram e fizeram parte da história do país, e enriquecem e expandem o idioma falado. A plataforma de educação Preply destacou dez palavras usadas no dia a dia e que são oriundas de dialetos africanos.

“Essa bagagem linguística ajudou a construir a identidade brasileira, influenciando na criação e no uso de palavras relacionadas à culinária, religião, música, dança, flora e fauna diariamente. Além disso, essa miscigenação entre os continentes enriqueceu ainda mais a diversidade do Brasil, que é um país com uma língua única e vibrante”, afirma Sylvia Johnson, diretora de metodologia da Preply.

  1. Caçamba
    A palavra “Kisambu”, conhecida no Brasil como caçamba, tem origem na língua Quimbundo, que é originária da região Banta e dos atuais países Angola e República Democrática do Congo, na África Central, e quer dizer uma “cesta” ou um “cesto grande”. Contudo, o significado é um pouco diferente hoje no país.
  2. Dengo
    O termo tem origem banta e da língua Quicongo e, em sua definição, refere-se a um pedido de aconchego, um ato de afeto com aquele que gosta, assim como é utilizado no português.
  3. Banguela
    Benguela é uma província de Angola que abriga uma variedade de grupos étnicos e tribos devido à diversidade cultural do país. No local, existia uma comunidade que tinha o costume de raspar ou arrancar os dentes superiores e então surgiu possivelmente esse termo.
  4. Caçula
    “Kazuli” é a palavra que deu origem ao termo utilizado no Brasil, com etimologia do Quimbundo, e o seu significado é o “último da família” ou “membro mais novo”.
  5. Fubá
    O termo herdado dos povos africanos é de origem da língua banta Quimbundo e, no português, ela é traduzida como “farinha”, seja ela de milho ou arroz moído. Atualmente vários pratos são feitos com a iguaria.
  6. Quitute
    Com influência angolana, essa palavra vem da língua Quimbundo e originalmente é escrita e falada como “Kitutu”. O significado pode variar e um deles é uma pequena porção de comida antes da refeição e o outro é relacionado à indigestão.
  7. Moleque
    Esse termo usado no Brasil é originário do dialeto Quimbundo e da palavra “Mu’leke”, que significa “filho pequeno” ou “garoto” e é um modo de se chamar os filhos ou alguém de infantil.
  8. Muvuca
    “Mvúka” é uma palavra de origem banta e da língua Quicongo, que significa aglomeração de pessoas que fazem muito barulho.
  9. Cochilar
    Na sua raiz africana, a palavra é “Koxila”, que se traduz como dormir de maneira leve e tranquila por pouco tempo. Entre as suas origens, estão possivelmente as línguas Quicongo ou Quimbundo.
  10. Ranzinza
    O termo é utilizado para se referir a uma pessoa mal-humorada que resmunga muito, porém, em sua origem do Quicongo, a palavra “Nzizi” significa “mosca caseira”. Pode-se fazer a relação com algo irritadiço, que incomoda, assim como um indivíduo ranzinza.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 152

EP 151

Cotidiano