Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Espírito Santo e Rio de Janeiro somam 28 mortes após chuvas

Em cidades capixabas, sete pessoas estão desaparecidas; no Rio de Janeiro, oito mortes foram confirmadas
A imagem mostra uma cidade no Espírito Santo atingida pelas fortes chuvas da última semana. É possível ver lama, carros soterrados e escombros devido a deslizamentos de terra.

Foto: Max Wender/Casa Militar

26 de março de 2024

Chega a 20 o número de pessoas mortas no Espírito Santo após as fortes chuvas que atingiram o sul do estado. Segundo atualização do boletim da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social feita hoje (26), sete pessoas ainda estão desaparecidas. Já no Rio de Janeiro, pelo menos oito mortes foram registradas na Baixada Fluminense, Região Serrana e dos Lagos.

No Espírito Santos, as mortes se concentram em duas cidades. No município de Mimoso do Sul (ES), uma casa de acolhimento a pessoas com deficiência foi invadida pelas águas do rio Muqui e vitimou cinco pessoas, sendo que outras cinco foram resgatadas. Somente nessa cidade, 18 mortes foram contabilizadas em decorrência da chuva. As outras duas mortes do estado aconteceram em Apiacá. O governo capixaba decretou situação de emergência.

De acordo o boletim da Defesa Civil, 7.296 pessoas estão desalojadas e outras 408 estão desabrigadas no Espírito Santo. Os municípios mais afetados são Apiacá, Mimoso do Sul, Vargem Alta, Muniz Freire e Bom Jesus do Norte.

Já o estado do Rio de Janeiro registrou mortes na Baixada Fluminense, Região Serrana e na Região dos Lagos, também por causa das fortes chuvas. Somente em Petrópolis (RJ), quatro pessoas morreram em um desabamento. As vítimas eram da mesma família e tinham entre nove e 66 anos. 

Em Teresópolis (RJ), também na Região Serrana, um deslizamento de terra causou a morte de duas crianças. Em Arraial do Cabo (RJ), um motorista morreu afogado na cabine do caminhão que ficou submerso e um rapaz foi atingido por um raio. A morte de um homem que tentou salvar a filha também foi registrada, a criança sobreviveu. Ao todo, o Corpo de Bombeiros fluminense recebeu 258 ocorrências relacionadas a chuvas, sendo que 160 pessoas foram resgatadas. 

No Espírito Santo, 30 municípios receberam algum tipo de socorro às vítimas, como água potável, cestas básicas, kit de higiene pessoal ou material de construção para recomposição de estrutura pública.

As rodovias que cortam o estado estão com trechos interditados por causa de deslizamentos de terra, como a BR-482, entre os quilômetros 35 e 42, entre os municípios de Alegre e Guaçuí. As rodovias estaduais ES-393, ES-379 e ES-181 operam parcialmente com pontos de interdição. A ES-297 foi totalmente interditada entre o quilômetro 45 e o quilômetro 4 da BR-101, sem previsão de liberação.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano