Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Estudo destaca falta de representação de treinadores negros no futebol brasileiro

Pesquisa analisou mais de mil profissionais, entre treinadores, jogadores e auxiliares técnicos da Série A
Imagem mostra uma torcida durante um jogo no estádio de futebol.

Foto: Reprodução

16 de maio de 2024

Uma pesquisa que vem sendo realizada na Escola de Educação Física e Esportes (EEFE) da Universidade de São Paulo (USP) revelou que há uma sub-representacão da população negra no futebol brasileiro, sobretudo entre técnicos.

A constatação do estudo, ministrado pelo mestre em gestão de políticas públicas e doutorando da EEFE Donald Verônico Alves da Silva, foi feita a partir de uma bancada de heteroidentificação que analisou mais de mil profissionais, entre treinadores, jogadores e auxiliares técnicos da Série A.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2022, 45,3% da população do Brasil se considera parda, 43,5% se considera branca e 10,2% se identifica como preta.

No entanto, a análise de Donald mostra que, em 2023, não havia nenhum treinador negro comandando um clube da série A do campeonato brasileiro de futebol, na qual 57% dos jogadores são pretos ou pardos. Em relação aos auxiliares, apenas 17% foram identificados como pretos ou pardos, mostrando uma sub-representação significativa.

O pesquisador montou uma banca de heteroidentificação composta por três comissões, cada uma composta por quatro juízes de diferentes áreas, sem comunicação entre si. As análises ocorreram entre outubro e novembro de 2023.

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano