Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Garoto negro do Complexo da Maré conclui curso de programação em Harvard

Aos sete anos, o pequeno Adriano já pensa em uma segunda formação
Menino negro segurando diploma de Programação em Harvard.

Foto: Arquivo pessoal

1 de novembro de 2023

Morador do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, Adriano Álvaro S. de Melo, de apenas sete anos, concluiu o curso de Programação na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, uma das instituições mais conceituadas e disputadas do mundo.

Interessado em aprender a falar inglês desde muito novo, o menino estuda a língua por aplicativo desde o começo do ano e para incentivar ainda mais o interesse, a família juntou dinheiro e o presenteou com um curso no dia do seu aniversário.

Em poucos meses, Álvaro prestou uma prova na universidade americana, respondeu um questionário e garantiu a assistência financeira.

Apesar de ter conseguido a verba para o curso atual, a família de Adriano sabe que, para cada novo curso, ele precisará fazer uma nova solicitação. A taxa de matrícula é de aproximadamente R$ 2 mil, o que pode ser um obstáculo para muitos interessados em participar, ainda mais para uma criança de favela.

Qualquer pessoa que tenha interesse em aprender programação na Universidade de Harvard pode se inscrever. A instituição de ensino possui um programa de Assistência Financeira que oferece a possibilidade de isenção dessa taxa.

Para se candidatar à assistência financeira em Harvard, o aluno precisa responder a três perguntas em inglês. Essas perguntas abordam a situação financeira do candidato, seus objetivos e seus planos para o curso, que incluem as etapas que precisam ser seguidas para concluir a formação.

* Com informações do site Maré de Notícias.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano