Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Governo e Fiocruz lançam edital de apoio às casas de acolhimento LGBTQIA+

Ao todo, 12 casas de acolhimento à população LGBTQIA+ serão contempladas com um financiamento de R$ 1,4 milhão
2ª edição da Parada LGBTQIA+ da Lapa, no Rio de Janeiro.

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

21 de março de 2024

O Ministério dos Direitos Humanos (MDHC), em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), lançou um edital inédito destinado às Casas de Acolhimento para pessoas LGBtQIA+. Por meio do programa Acolhe+, o edital disponibilizará R$ 1,4 milhão para 12 soluções de acolhimento institucional.

A iniciativa busca selecionar projetos voltados para o acolhimento da população LGBTQIA+ em vulnerabilidade, em decorrência de discriminação por identidade de gênero, orientação ou características sexuais.

O projeto é destinado a organizações privadas sem fins lucrativos ou com finalidade não econômica e grupos, coletivos ou movimentos sociais sem CNPJ que atuem e estejam baseados em território nacional.

Com quatro critérios, o edital julgará a viabilidade, territorialidade, regionalidade e a representatividade e legitimidade das Casas de Acolhimento inscritas.
As inscrições vão até o dia 15 de abril e devem ser feitas por meio de formulário eletrônico, disponível no site do ministério. A previsão é que o resultado final da seleção seja divulgado no dia 30 de abril.

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano