Pesquisar
Close this search box.

Pesquisadores criam mapa interativo de sítios arqueológicos indígenas de São Paulo

O projeto visa analisar como os primeiros grupos humanos ocuparam e conviveram no sudeste brasileiro
Imagem mostra dois indígenas originários dos povos Kayabi e Rikbaktsa, respectivamente.

Foto: Caio Mota/Proteja Amazônia

18 de maio de 2024

Uma pesquisa em andamento no Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da Universidade de São Paulo (USP) resultou no primeiro panorama sobre a arqueologia de povos indígenas no território que hoje constitui o Estado de São Paulo. O mapa interativo oferece uma visão espacial das diversas manifestações culturais indígenas presentes em território paulista.

O projeto visa analisar como os primeiros grupos humanos ocuparam e conviveram no sudeste brasileiro. Resultado do Projeto Temático da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o mapa possui mais de 2 mil dados cadastrados, até o momento. 

Esses dados foram compilados a partir de um banco de dados elaborado com a análise de teses, artigos, relatórios e informações obtidas no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e na biblioteca do MAE/USP. 

O banco de dados, que será atualizado regularmente, usa coordenadas de localização UTM e dados WGS 84, comuns em GPS. Para sítios arqueológicos antigos, onde a localização exata é incerta, o grupo de pesquisa optou por fornecer as coordenadas do centro do município.

Um dos diferenciais do mapa arqueológico criado no MAE/USP é a preocupação em apresentar a filiação cultural, informando sempre que possível o grupo indígena e o tipo de artefato encontrado, como pedras, lascas ou cerâmicas. 

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano