Pesquisar
Close this search box.

Profissionais da Alma Preta estão entre os 50 jornalistas negros mais admirados do Brasil

Prêmio Os +Admirados Jornalistas Negros e Negras da Imprensa Brasileira celebra a mídia negra do Brasil
Na imagem, Pedro Borges, um dos jornalistas da Alma Preta. Homem preto e com cabelo black power. Está sentado.

Foto: Reprodução

11 de outubro de 2023

Os jornalistas da Alma Preta Nataly Simões e Pedro Borges foram anunciados na lista do Prêmio “Os +Admirados Jornalistas Negros e Negras da Imprensa Brasileira”, realizado pelo portal Jornalistas&Cia em parceria com 1 Papo Reto, Neo Mondo e Rede JP de Jornalistas pela Diversidade na Comunicação. 

Com votações em dois turnos, o prêmio selecionou 60 jornalistas e 11 publicações que serão homenageados em uma cerimônia marcada para a noite de 13 de novembro, na Unibes Cultural, em São Paulo. Durante a premiação, será divulgada uma lista final com o Top 10.

“Mais do que uma vitrine, esse prêmio é uma trincheira na luta antirracista e por maior diversidade nas redações brasileiras”, ressalta Eduardo Ribeiro, diretor do Jornalistas&Cia e idealizador da iniciativa. “Sem essa diversidade profissional não haverá diversidade nas pautas, no tipo de cobertura feita, nas fontes ouvidas, nos preconceitos embutidos nas narrativas editoriais e na linguagem adotada”, afirma em nota publicada em seu veículo.

Serão homenageados 52 profissionais na categoria Jornalistas, dos quais 35 são mulheres. Entre elas, está Nataly Simões, jornalista de formação e editora na Alma Preta, onde chegou como repórter em 2019. Com apenas 30 anos, Nataly acumula passagens em mídias como o UOL, Estadão, Automotive Business, entre outros veículos de abrangência nacional.

“Eu estou muito feliz com esse reconhecimento. Trabalho há cinco anos em redação e é muito gratificante ter meu nome citado entre os de tantos colegas que admiro e que foram e são referência para mim. É muito especial para mim também receber esse título em um momento que estou na Alma Preta, que foi como uma escola para mim e é uma mídia que representa os meus maiores valores como profissional e como ser humano”, comemora a jornalista.

Pedro Borges, editor-chefe do veículo, também está entre os entre os 50 jornalistas negros mais admiradaos do Brasil. Membro da Rede de Jornalistas das Periferias e a Coalizão Negra por Direitos, o profissional cobre pautas raciais em contribuição para a construção de um país mais plural e democrático.

“A gente fica muito feliz com o reconhecimento. Mas a vitória é da Alma Preta. Devo toda minha trajetória profissional ao grupo, e hoje temos uma equipe bastante completa. Então fico grato e espero que as vitórias da Alma Preta sigam chegando”, celebra Borges.

Além dos profissionais, a Alma Preta Jornalismo também é finalista na categoria ‘Veículos liderados por jornalistas negros(as).

Silvio Almeida, Rosane Borges e Flávio Carrança são homenageados

Na noite do evento, haverá três reconhecimentos especiais concedidos pela comissão organizadora: os troféus Glória Maria (Personalidade do Ano), Luiz Gama (Decanos do Jornalismo) e Tim Lopes (Revelação do ano). 

O advogado, filósofo, professor e atual ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Luiz de Almeida, foi escolhido para receber o Troféu Glória Maria. Almeida será homenageado por seu destaque na luta democrática e pelas causas sociais e na defesa do povo brasileiro.

Para receber o Troféu Luiz Gama foram escolhidos dois profissionais com longo histórico de luta pela inclusão de profissionais negros no jornalismo: Flavio Carrança, um dos criadores da Comissão de Jornalistaas pela Igualdade Racial (Cojira – SP) e Rosane Borges, ex-coordenadora nacional do Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra (CNIRC), da Fundação Palmares.

A homenagem de Revelação do Ano será entregue à repórter Rebeca Borges, do portal Metrópoles. A jornalista tem atuado com excelência e relevância, ganhando com seu trabalho credibilidade e respeito dentro e fora da redação.
Acesse a relação completa do top 50 neste link.

  • Giovanne Ramos

    Jornalista multimídia formado pela UNESP. Atua com gestão e produção de conteúdos para redes sociais. Enxerga na comunicação um papel emancipatório quando exercida com responsabilidade, criticidade, paixão e representatividade.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano