Pesquisar
Close this search box.

RS: Ministério da Saúde presta atendimento a indígenas afetados pelas enchentes

De acordo com o governo, equipes médicas e de enfermagem foram enviadas a 13 missões
A imagem mostra um colete usado pelos voluntários em comunidades indígenas do Rio Grande do Sul.

Foto: João Vitor Moura/MS

5 de junho de 2024

Equipes voluntárias da Força Nacional do SUS realizaram 13 missões para atender as populações indígenas que sofrem com os efeitos das enchentes no Rio Grande do Sul. Segundo o governo federal, atualmente há mais de 38,5 mil indígenas no estado gaúcho.

O Ministério da Saúde informou que foi realizado o envio de insumos medicamentosos e um mapeamento dos danos a partir do diálogo com as lideranças para levantamento das necessidades das comunidades.

Em uma das missões, médicos e enfermeiros foram enviados à comunidade Kaingang Por Fi Ga, a 40km da capital Porto Alegre. Cerca de 250 indígenas foram assistidos pela equipe de voluntários. A população da região conta com uma Unidade Básica de Saúde Indígena (UBSI) para os atendimentos primários.

Segundo a pasta, em outubro do ano passado foi criado um Comitê de Resposta a Eventos Extremos na Saúde Indígena (Cresi), que recebeu aprimoramento da vigilância e o monitoramento de informações sobre riscos de desastres.

Em diferentes proporções, os maiores impactos foram dificuldades na comunicação, instabilidade no fornecimento de energia elétrica nas residências e nas unidades de saúde, danos em Sistemas de Abastecimento de Água (SAA) e estruturas dos serviços de saúde, necessidade de evacuação e restrição do acesso às aldeias.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano