Pesquisar
Close this search box.

Seminário do Ministério da Saúde debate combate ao racismo no SUS

O objetivo é ampliar o acesso das populações negra e indígena aos serviços de saúde e aos cargos de gestão no setor
A imagem mostra o prédio que aloca o Ministério da Saúde.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

6 de junho de 2024

O Ministério da Saúde realiza até o sábado (8) em Brasília (DF) o seminário “Saúde Sem Racismo: Dialogando com os Movimentos” como meio de retomar o diálogo sobre o combate ao racismo no Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo a pasta, o objetivo é ampliar o acesso das populações negra e indígena aos serviços de saúde e aos cargos de gestão no setor. O evento propõe um espaço para escutar e contribuir para a definição dos temas que serão apresentados no próximo evento internacional da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS).

O seminário do Ministério da Saúde é transmitido pelo YouTube e conta com apresentações sobre saúde da mulher negra, quilombola e indígena; educação antirracista; comunicação em saúde; boas práticas na promoção da equidade; racismo ambiental e justiça climática; medicinas indígenas e tradicionais; exposição de dados étnico-raciais em linguagem simples, entre outros.

O público-alvo é composto por gestores, pesquisadores e representantes de movimentos sociais que trabalham em prol das políticas de saúde voltadas para essas populações, em especial para representantes de comunidades periféricas e para aqueles que vivem em territórios do campo, da floresta e das águas.

“Por meio desse diálogo, espera-se a viabilização de uma construção coletiva que possa aprimorar as políticas públicas, fortalecer o diálogo entre governo e a população, e reforçar internacionalmente a participação dos grupos e das lideranças negras e indígenas que promovem a pauta da equidade”, diz o ministério, em comunicado à imprensa.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano