Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Artista Revelação: conheça Victoria Monét, a vencedora de três Grammy 2024

Apesar de “Jaguar II” ser seu primeiro lançamento, a artista tem 15 anos de carreira e foi indicada ao prêmio em 2021
A imagem mostra a cantora Victoria Monét, vencedora de três categorias do Grammy Awards. A artista posa com as estatuetas em Los Angeles, Califórnia, em 4 de janeiro de 2024.

Foto: Alberto E. Rodriguez / AFP

5 de fevereiro de 2024

“Artista Revelação”, “Engenharia de Som em Álbum Não-Clássico” e “Álbum de R&B”, essas foram as categorias que Victoria Monét venceu no Grammy Awards 2024 realizado em Los Angeles no domingo (4). A cantora e compositora afro-americana foi indicada em sete categorias da premiação em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Embora “Jaguar II” seja seu primeiro lançamento, a artista havia sido indicada ao prêmio em 2021 após participar do álbum “Thank U, Next” de Ariana Grande e pela composição da música “Do It”, interpretada por Chloe x Halle.

Com 11 músicas no  álbum, “Jaguar II” é a continuidade de uma série de EPs da cantora. O disco posicionou a Victoria Monet como a segunda artista com mais indicações do Grammy, atrás apenas da cantora negra SZA, com nove.

A edição da premiação marcou também a jovem carreira de Hazel Monét Gaines, de dois anos e filha da cantora. A menina se tornou a concorrente mais jovem da história por participar da música “Hollywood”.

Artistas negros premiados

Além de Monét, a cantora SZA também levou três gramofones para casa. A artista venceu as categorias “Melhor Performance Pop de dupla ou grupo”, “Melhor Música de R&B”, “Melhor Álbum de R&B progressivo”.

A cantora Coco Jones venceu em “Melhor performance de R&B”, assim como PJ Morton em “Melhor performance tradicional de R&B”.

Quando se trata de rap, Killer Mike dominou. O cantor levou três gramofones nas categorias “Melhor Música de Rap”, “Melhor performance de rap” e “Melhor Álbum de Rap”. Lil Durk disputou com Doja Cat e Drake na a categoria “Rap Melódico” e levou a melhor.

A cantora Meshell Ndegeocello venceu como “Melhor Álbum de Jazz Alternativo”. A canadense Alisson Russel venceu na categoria “Melhor Performance de American Roots”.

Bobby Rush teve o álbum “Blood Harmony” vencedor de “Melhor Álbum de Blues Contemporâneo”. Julian Marley foi premiado na categoria “Melhor Álbum de Reggae”. “Melhor Álbum de Comédia” teve Dave Chapelle como vendedor pela performance no especial  “Whats in a Name?”.

A categoria “Melhor gravação de audiobook, narração ou contação de histórias” teve Michelle Obama como vencedora. Theron Thomas conquistou a categoria “Compositor do ano, não clássico”.

  • Patricia Santos

    Jornalista, poeta, fotógrafa e vídeomaker. Moradora do Jardim São Luis, zona sul de São Paulo, apaixonada por conversas sobre territórios, arte periférica e séries investigativas.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano