Pesquisar
Close this search box.

MEC oferece 80 mil bolsas a estudantes de licenciatura; maioria das vagas está no Nordeste

Os participantes do programa vão receber uma mensalidade no valor de R$ 700
Imagem mostra a fachada do Ministério da Educação.

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

31 de maio de 2024

O Ministério da Educação (MEC) anunciou o edital do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), que vai ofertar 80.040 bolsas para estudantes de cursos de licenciatura de todo o país. O objetivo é fortalecer a formação dos futuros professores da educação básica.

A iniciativa realizada por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão vinculado à pasta, prevê o investimento de R$ 1,8 bilhão no programa. Conforme o edital, as instituições de ensino superior devem apresentar, no período de 7 de junho a 25 de julho, os projetos de iniciação à docência.

Cada estudante de licenciatura participante do programa vai receber uma bolsa no valor de R$ 700, em até 60 mensalidades. Um benefício mensal também será concedido aos supervisores (R$ 1,1 mil), coordenadores de área (R$ 2 mil) e institucionais (R$ 2,1 mil).

A maior quantidade de bolsas será para a região Nordeste, que ficará com 20.688. Em seguida, está o Sudeste, com 16.584, e o Sul, com 12.264. A região Norte contará com 8.040 bolsas, enquanto para o Centro-Oeste foram disponibilizadas 7.440 vagas.

As bolsas serão destinadas para projetos nas áreas de alfabetização, artes, artes visuais, biologia, ciências agrárias, ciências naturais, ciências sociais, computação, dança, educação bilíngue de surdos, educação do campo, educação especial, educação física.

O projeto também abrange as áreas de educação indígena, educação quilombola, filosofia, física, geografia, história, letras espanhol, letras inglês, letras língua brasileira de sinais (libras), letras português, licenciaturas interdisciplinares, matemática, música, pedagogia, química e teatro.

O MEC informou ainda que, do total, 10.008 bolsas serão destinadas a subprojetos da área de alfabetização, enquanto 5.016 seguem para o Pibid Equidade, que reúne cursos de educação do campo, educação bilíngue de surdos, educação especial inclusiva, educação indígena e educação quilombola.

O procedimento de inscrição é feito pelo Sistema Integrado Capes (Sicapes). Os interessados em submeter propostas precisarão solicitar acesso ao sistema entre os dias 5 de junho e 5 de junho. 

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano