Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Ministério da Saúde e Anvisa alertam sobre uso de pomada capilar no Carnaval

Cerca de 1,2 mil pomadas tiveram seus registros cancelados em dezembro de 2023
A imagem mostra uma pomada modeladora.

Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil

12 de fevereiro de 2024

O Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) voltaram a alertar sobre o uso de pomadas para modelar, trançar ou fixar o cabelo, desta vez, levando em consideração o uso durante as festas de Carnaval.

Em dezembro, foram registrados diversos eventos adversos e casos de intoxicação por conta do uso desse tipo de produto. De acordo com os órgãos oficiais, na época, cerca de 1,2 mil pomadas tiveram seus registros cancelados e se somaram a outros 1,7 mil ao longo de todo o ano passado.

“Com a chegada do Carnaval, a pasta se juntou à Anvisa nas ações de comunicação que educam sobre os cuidados necessários”, destacou a pasta em nota.  

Conteúdos voltados para consumidores, profissionais de beleza e trabalhadores da saúde são divulgados nas redes sociais do Ministério da Saúde.

Riscos e cuidados ao usar pomadas modeladoras

As pomadas modeladoras são aplicadas na manutenção de penteados, especialmente em tranças, como uma alternativa para aumentar a durabilidade, muito desejada durante o período festivo. 

O Ministério da Saúde, no entanto, alerta para o uso dos produtos não licenciados. “É preciso tomar cuidado para usar apenas produtos que sejam registrados pela Anvisa, lendo atentamente as instruções, se atentando quanto ao uso excessivo e os testes de alergia”, reforçou.

Conforme orientação da pasta, uma das condições para autorização de venda do produto é que não haja registros de eventos adversos graves desde o seu lançamento. Além disso, unidades que apresentaram concentração superior a 20% do ingrediente Ceteareth-20 em sua composição foram proibidos.

“O uso não é recomendado se a pele, os olhos ou outra parte do corpo estiver irritada. Ao lavar os cabelos, tenha cuidado e lembre-se de inclinar a cabeça para trás para que o produto não entre em contato com os olhos e, em caso de contato acidental, lave imediatamente com água em abundância por, pelo menos, 15 minutos”, alerta a publicação. 

Os principais sintomas de intoxicação exógena por pomadas capilares incluem coceira nos olhos, vermelhidão, irritação, ardência e inchaço. Em casos mais graves, a visão pode ficar embaçada, especialmente após o contato com a água, uma vez que o produto pode escorrer para a região ocular.

Caso perceba alguma dessas condições, é importante procurar assistência médica e não deixar de notificar às autoridades sanitárias. A notificação é importante para o monitoramento e o controle de qualidade das pomadas modeladoras.

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano