Pesquisar
Close this search box.

‘Astrominas’: projeto da USP incentiva meninas a seguirem carreira nas ciências exatas

Inscrições estão abertas para adolescentes de 14 a 17 anos; 20% das vagas são reservadas para estudantes negras ou indígenas
Iniciativa visa ensinar as ciências da terra e do universo em turmas que conectam mulheres cientistas e jovens alunas

Foto: Reprodução

24 de maio de 2024

Idealizado pela Universidade de São Paulo (USP), o projeto de extensão “Astrominas” está incentivando meninas a se interessarem por áreas como astronomia, ciências atmosféricas, geociências, física e outras disciplinas científicas. As inscrições estão abertas para adolescentes entre 14 a 17 anos.

Com o intuito de desconstruir a ideia de que as ciências exatas não são para garotas, a iniciativa visa ensinar as ciências da terra e do universo em turmas que conectam mulheres cientistas e jovens alunas, de modo a incentivá-las a seguirem carreira em ciência e tecnologia.

Serão ofertadas 400 vagas a serem sorteadas para concorrer às atividades que devem ocorrer de 13 de Julho a 2 de agosto, com duração de três a quatro horas diárias. 

Desse total, 20% das vagas serão reservadas para estudantes pretas, pardas ou indígenas e 60% para estudantes de escolas públicas. As inscritas devem comprovar que estão regularmente matriculadas em uma instituição de ensino básico. 

Para mais informações acesse o site do projeto.

  • Mariane Barbosa

    Curiosa por vocação, é movida pela paixão por música, fotografia e diferentes culturas. Já trabalhou com esporte, tecnologia e América Latina, tema em que descobriu o poder da comunicação como ferramenta de defesa dos direitos humanos, princípio que leva em seu jornalismo antirracista e LGBTQIA+.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano