Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Seleção brasileira ganha prêmio ‘FIFA Fair Play’ por luta contra racismo

Honraria foi entregue nesta segunda-feira (15) durante a cerimônia de gala do "The Best", em Londres
A imagem mostra o jogador Vinicius Jr., homem negro, um dos rostos da luta contra o racismo no futebol, no Brasil, que trouxe a vitória do Fifa Fair Play

Foto: Eitan Abramovich/AFP

17 de janeiro de 2024

Nesta segunda-feira (15), durante a cerimônia de gala “The Best”, em Londres, a seleção brasileira foi agraciada com o prêmio “FIFA Fair Play”. O ex-lateral-direito Cafu recebeu o troféu em nome da equipe em reconhecimento ao gesto contra o racismo.

No amistoso contra a seleção de Guiné, realizado em junho de 2023, os jogadores brasileiros trocaram a tradicional camisa amarela pela preta como forma de solidariedade ao atacante Vinícius Júnior, vítima de insultos racistas em partidas do Real Madrid. O gesto exemplar da seleção brasileira foi destacado pela FIFA, que concede a premiação a indivíduos ou grupos que demonstram comportamento exemplar, seja dentro ou fora do campo.

Durante a cerimônia, Cafu ressaltou a importância do futebol como ferramenta para promover a igualdade na sociedade e destacou o compromisso em usar essa ferramenta para educar as pessoas em prol de um mundo mais igualitário

A premiação também contou com a presença de outros ex-jogadores brasileiros, como Roberto Carlos e Ronaldo “Fenômeno”. O árbitro holandês Pol van Boekel e a equipe uruguaia sub-16 Montevideo City Torque foram indicados ao prêmio juntamente com a seleção brasileira.

Caso Vini Jr.

Os atos de injúria racial dirigidos ao jogador brasileiro Vinicius Jr. foram formalmente denunciados à Justiça pela LaLiga após uma partida contra o Osasuna, realizada em 18 de fevereiro de 2023, durante a 22ª rodada do Campeonato Espanhol da temporada anterior, na qual o time merengue saiu vitorioso por 2 a 0.

Vinícius Júnior enfrentou episódios de injúria racial em diversos jogos ao longo da última temporada, provocando uma resposta das autoridades.

Na capital espanhola, o Ministério Público solicitou uma pena de quatro anos de prisão para quatro indivíduos acusados de pendurar um boneco com uma camisa de Vini Jr. em uma ponte antes de uma partida da Copa do Rei, ocorrida há um ano.

Em outubro, o jogador prestou depoimento perante um juiz em Valência no contexto da investigação conduzida sobre os insultos recebidos em uma partida do Campeonato Espanhol contra o Valencia, em 21 de maio do ano passado.

Nesta terça-feira (16), após a entrega do ‘Fifa Fair Play’, foi anunciado que um juiz de Pamplona, norte da Espanha, arquivou a denúncia de Vinícius Júnior por não ter conseguido determinar a identidade dos autores do crime. O despacho cabe recurso.

  • Giovanne Ramos

    Jornalista multimídia formado pela UNESP. Atua com gestão e produção de conteúdos para redes sociais. Enxerga na comunicação um papel emancipatório quando exercida com responsabilidade, criticidade, paixão e representatividade.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano