Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Projeto Afro mapeia mais de 300 artistas negros em plataforma online

Iniciativa busca destacar protagonismo negro na arte nacional
Série “Afetocolagens”, Silvana Mendes (2022)

Foto: Silvana Mendes

24 de janeiro de 2024

Iniciado em 2017, o Projeto Afro se tornou a maior plataforma de mapeamento e divulgação de artistas visuais negros. A iniciativa reúne cerca de 327 artistas brasileiros em sua listagem. 

O Projeto busca ampliar e dar visibilidade à produção artística negra no Brasil, assim como apresentar a pluralidade presente nas produções artísticas.

Para Deri Andrade, curador e idealizador da plataforma, artistas negros sofrem com o apagamento na história da arte nacional. “O Projeto Afro expressa o protagonismo negro para além dos limites territoriais, refletindo sobre os processos históricos hegemônicos que validaram o sistema de arte no país”, diz, em nota à imprensa.

No site do projeto é possível encontrar informações sobre os artistas, assim como o seu acervo de arte em imagens e informações de exposições.

Entre os artistas listados pela plataforma, se encontram grandes nomes da arte nacional como Mestre Didi, Maria Auxiliadora e Arthur Timótheo da Costa. Entre os contemporâneos estão Matheus Ribs, Manauara Clandestina, Marlon Amaro, Vitú de Souza, entre outros.
A iniciativa também traz a exposição “Encruzilhadas da Arte”, onde 61 artistas negros brasileiros são exibidos nos cinco andares do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em São Paulo (SP).

  • Verônica Serpa

    Graduanda de Jornalismo pela UNESP e caiçara do litoral norte de SP. Acredito na comunicação como forma de emancipação para populações tradicionais e marginalizadas. Apaixonada por fotografia, gastronomia e hip-hop.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano