Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

União Africana ‘parabeniza’ Faye por eleição em Senegal

Na sexta-feira (29), a União Africana (UA) felicitou o candidato da oposicionista Bassirou Diomaye Faye pela vitória nas eleições presidenciais do Senegal, exaltando o fato de que os resultados foram aceitos de forma unânime. Faye será o presidente mais jovem da história do Senegal.
O presidente senegalês, Macky Sall, cumprimenta o presidente eleito do país, Diomaye Faye, no palácio presidencial em Dacar, Senegal, 28 de março de 2024

Foto: AFP/Presidência do Senegal

30 de março de 2024

Em comunicado, o presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, disse que “parabeniza calorosamente” o presidente eleito senegalês, Diomae Faye, pela declaração oficial de sua vitória em primeiro turno e desejou “pleno sucesso no seu importante e nobre cargo”.

De acordo com os resultados preliminares, Faye venceu a eleição com 54,3% dos votos, muito à frente do candidato escolhido pelo atual líder do país, Macky Sall, o ex-primeiro-ministro Amadou Ba — que terminou as eleições com 35,79% dos votos. Já Aliou Mamadou Dia obteve 2,8% dos votos.

Ainda na sexta-feira (29), o Conselho Constitucional do Senegal confirmou a vitória de Faye de forma oficial. A vitória foi reconhecida pelo seu principal adversário nas urnas ainda na segunda-feira (25). Com o anúncio oficial, a transferência de cargo pode ocorrer ainda antes da terça-feira (2), encerrando o mandato de Sall.

O candidato presidencial da oposição senegalesa, Bassirou Diomaye Faye, discursando em sua primeira entrevista coletiva após ser declarado vencedor das eleições presidenciais do Senegal, em primeiro turno, em Dakar, em 25 de março de 2024
O candidato presidencial da oposição senegalesa, Bassirou Diomaye Faye, discursando em sua primeira entrevista coletiva após ser declarado vencedor das eleições presidenciais do Senegal, em primeiro turno, em Dakar, em 25 de março de 2024 (John Wessels/AFP)

Libertado apenas dez dias antes das eleições, ao lado de seu mentor, Ousmane Sonko — impedido de concorrer no pleito após uma condenação criminal que, segundo ele, teve motivação política —, Faye, de 44 anos, promete uma política de esquerda pan-africanista para Senegal durante seu governo. O presidente eleito também prometeu renegociar contratos de gás e petróleo no país.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

EP 153

EP 152

Cotidiano