Pesquisar
Close this search box.

Roda de conversa discute território, resistência e afetividade de lideranças negras

Evento será nos dias 20 e 21 de setembro no Sesc Ribeirão Preto; a programação também inclui oficinas voltadas para a cultura africana

18 de setembro de 2019

O coletivo Manifesto Crespo realiza na sexta-feira, 20 de setembro, a roda de conversa “Identidade, território, resistência e amor: Saberes Tradicionais e Lideranças Femininas”. A atividade será no Sesc Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

O diálogo com lideranças femininas de territórios tradicionais do estado paulista propõe um intercâmbio cultural entre trajetórias geograficamente distantes, mas ligadas por seus perfis de luta.

Para Lúcia Udemezue, integrante do coletivo Manifesto Crespo, é fundamental valorizar a trajetória e dar voz às mulheres negras e indígenas.

“Há séculos essas mulheres constroem soluções de resistência política e cultural nas suas comunidades. Elas se dedicam para fortalecer uma identidade que precisa cada vez mais ser protagonista no Brasil. É uma alegria ter a oportunidade de reuni-las”, afirma.

No sábado, dia 21 de setembro, também serão realizadas oficinas sobre as identidades da diáspora africana. Na parte da manhã, o público poderá conhecer intervenções capilares com variadas técnicas de tranças, dreads e penteados afro.

Já na parte da tarde, os participantes poderão aprender sobre os adinkras –conjunto de símbolos que formam um sistema de transmissão de valores acumulados pelo povo Akan, presente na África Ocidental. A atividade consiste em estampar superfícies com carimbos a fim de despertar o olhar para a cultura africana.

Manifesto Crespo

Criado em 2012, o Manifesto Crespo é um coletivo formado por mulheres negras que promovem através da arte diálogos sobre estéticas, identidades e memórias.

O grupo realiza oficinas de tranças e turbantes, performance, produção e pesquisa de moda afro-contemporânea e o estudo de linguagens e simbologias africanas e da diáspora.

Serviço:

Roda de Conversa: “Identidade, território, resistência e amor: Saberes Tradicionais e Lideranças Femininas”

Data: 20 de setembro, sexta-feira, às 20h

Acesso livre.

Oficina: Vivência de Tranças e Intervenção Capilar

Data: 21 de setembro, sábado, das 10h30 ao 12h30

Serão disponibilizadas 25 vagas. Os ingressos devem ser retirados com 1h de antecedência.

Oficina: Símbolos Adinkras

Data: 21 de setembro, sábado, das 15h as 17h

Serão disponibilizadas 50 vagas por ordem de chegada.

Local: Sesc Ribeirão Preto

Rua Tibiriçá, 50, Centro de Ribeirão Preto – SP.

  • Redação

    A Alma Preta é uma agência de notícias e comunicação especializada na temática étnico-racial no Brasil.

Leia Mais

Quer receber nossa newsletter?

Destaques

AudioVisual

Podcast

papo-preto-logo

Cotidiano

Na ONU, Brasil reafirma compromisso com a pauta racial no combate à violência

Mais de 80% dos modelos de campanhas publicitárias brasileiras são brancos, aponta estudo

O Quilombo

Aprovação do Dia Nacional do Funk é marco contra marginalização

Independência, liberdade e escravidão na Argentina

Clima e Meio Ambiente

Programa capacita lideranças das periferias do Rio para debates sobre questão climática

Território brasileiro pegou fogo em um a cada quatro hectares nos últimos 40 anos